010.02 – A MORAL E O CARÁCTER

010.02 – A MORAL E O CARÁCTER

Os verdadeiros servos de Allah, são aqueles que andam pacificamente pela terra e quando os insolentes lhes falam, eles dizem “Salam – Paz”. Cur’ane 25:63.

“Certamente que a razão pela qual muitas pessoas entrarão no Paraíso, será a piedade e o bom comportamento”. Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam)

A moral e o carácter, são os princípios fundamentais do Islão. Deus e os Seus Profetas exortam os crentes para a boa conduta. Seguindo os referidos ensinamentos, a Umah seguirá o bom caminho e viverá em paz e em harmonia. As leis emanadas por cada país, reflectem, em parte, o desejo dos seus povos, procurando a caminhos para a prosperidade. Algumas  leis terrenas, vão ao encontro das recomendações divinas e outras fariam corar de vergonha, a qualquer um dos Profetas se novamente descesse à terra.  São célebres as palavras proferidas pelo Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) e referidas pelo Imam Malik (Rahmatulah Aleihi), no seu livro de hadices: “Eu fui enviado para um perfeito e bom carácter”. Ainda sobre o assunto, Imam Malik refere o último conselho que Muadh Ibn Jabal (Radiyalahu an-hu) recebeu do Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam): “Faça bom o teu carácter, para as pessoas”.  Numa outra passagem, o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Os melhores dentre vós,  são aqueles que são melhores na moral”. Muslim 30:5740.

A importância da moral na sociedade, fez com que muitos piedosos se preocupassem com esta matéria, compilando livros contendo regras de conduta, com ênfase na moral e no carácter, com vista à convivência pacífica entre as pessoas. É o caso do Imam Bukhari, que para além de compilar milhares de ditos do Profeta e dos seus companheiros, deixou-nos um importante livro denominado: “Al-Adab Al-Mufrad” – O Código para a vida cotidiana – O exemplo dos primeiros muçulmanos Dada a importância da moral e do carácter para a conduta do ser humano, outros nossos antepassados que se dedicaram à transmissão escrita de hadices, também tiveram o cuidado de compilar estes temas em livros separados.

A principal característica dos crentes, é o de se preocuparem com a moral e com o carácter. Consideram o mundo como um lugar de passagem, onde são “construídos os alicerces do paraíso” que os irão acompanhar eternamente. O mundo é um lugar de teste, muitas vezes difícil de se resistir às tentações. É como um aluno que está a ser examinado: uma distracção, um erro, poderão ser fatais e colocar em causa um longo período de preparação.  A cada momento da vida dos crentes,  é um exame para os seus corpos e para as suas almas. Porque o tempo de vida é limitado, utilizam-no de uma forma rentável e produtiva. Como o Zakat purifica as suas riquezas, a moral e a boa conduta purificam os seus corpos, as suas almas e o relacionamento com todos os que o rodeiam. Sabem controlar-se, não proferem palavras obscenas e não se metem na vida dos outros. Porque sabem que as bebidas alcoólicas são proibidas e prejudiciais, não as consomem e não se atrevem a oferecer, mesmos para os não muçulmanos. Têm muito cuidado com a língua e com as suas partes íntimas, porque constantemente se lembram do dito do Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam):  “Uma pessoa que salvaguarda o que tem entre as suas mandíbulas (a língua) e o que tem entre as pernas, garante-lhe a entrada no paraíso”. Bukhari e Muslim.

Os muçulmanos vivem espalhados pelo mundo onde existem diversas religiões e diversas formas de estar na vida. O crente procura viver em paz e em harmonia com os seus vizinhos e colegas de trabalho. Porque não vive só neste mundo, procura saber os principais fundamentos das religiões que eles professam. Aproveita a oportunidade para esclarecer que o islam é uma religião de Paz, contrariamente ao que muitos pensam. É a sua boa conduta que facilita essa interacção. Ao utilizar os novos meios de comunicação, rejeita todos os emails e as mensagens de carácter imoral. Apaga as referidas mensagens e alerta o remetente para se abster deste tipo de mensagens. Não utiliza palavras injuriosas, porque sabe que o retorno delas são mais agressivas. O Profeta Muhammad, que a Paz e as Bênçãos de Deus estejam com ele, referiu: “Um dos pecados  mais graves, é quando um homem insulta os seus próprios pais. Alguém perguntou: “ Acaso iria alguém insultar os seus próprios pais?” Respondeu: “ Sim, é quando um homem maldiz ao pai de alguém e este replica com o mesmo; é quando um homem maldiz a mãe de alguém e este replica com o mesmo.”

Nas sociedades ditas modernas, alguns chefes de família, pouco se importam com os comportamentos dos seus filhos e dos que estão à sua responsabilidade. Muitas vezes, mesmo importando-se, não têm voz activa e são acusados de atrasados historicamente. “O Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) recomendou-nos para termos cuidado, porque cada um de nós é o pastor e responsável no que diz respeito ao seu rebanho. Um homem é responsável e guardião sobre os membros da sua família. Será questionado da maneira como os cuidou, na saúde, na educação e na conduta moral”. Muslim.

Outra característica dos crentes, é o de se preocuparem com a fé dos seus entes queridos. Nas suas preces pedem a Deus para manter os seus no caminho da verdade, da moral e da boa conduta. Por isso pedem a Deus: “Rabbaná hab laná min az wá jiná wa zurriátiná kurrata ã-iu-ninn waj-ãlná lil mutaquína imama” Cur’ane 25:74. ”Ó Senhor nosso, abençoa-nos com esposas e filhos, que possam ser o conforto para os nossos olhos e faze de nós líderes dos justos”. “Conforto dos nossos olhos” significa que os seus olhos possam vê-los envolvidos no cumprimento dos mandamentos de Allah, o nosso Senhor. Que também os possam ver com saúde e bem-estar. O melhor consolo para seus olhos, é vê-los obedientes a Deus e ao Seu Mensageiro. Assim eles são os verdadeiros líderes para as suas famílias, porque se preocupam com a salvação dos seus e os aconselham o bem. Ó vós que credes! Afastai-vos vós mesmos e as vossas famílias do fogo, cujo combustível são os homens e as pedras.” Cur’ane 66:6. Eles terão alegrias neste e no próximo mundo, conforme referiu o Mensageiro de Deus (Salalahu Aleihi Wassalam): “Quando um ser humano morre, suas acções findam, com excepção de três coisas: sadaqah Jaariyah (por exemplo, uma obra que perdure e que beneficie os muçulmanos); O ilm (saber) cujo benefício continua a ser obtido pelas pessoas (por ex. livro religioso escrito); e um filho crente que faz a prece para ele.” Bukhari e  Muslim.

Os crentes são pacientes. Quando um espinho se atravessa nas suas vidas, ou quando perdem um ente querido, conformam-se e recitam:  “Inna Lilahi Wa Inna Ileihi Rájiuna – Viemos de Deus e para Ele retornaremos”.  Cur’ane 2.156, porque tudo o que existe na terra e nos céus pertence a Allah. Tudo que temos, o nosso próprio corpo com o qual vivemos, os nossos bens, os nossos filhos, a nossa família, na substância, nada nos pertence. Inclusivamente as nossas almas, que um dia se separarão dos nossos corpos, ao nosso Criador pertencem e para Ele retornarão.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

“Wa ma alaina il lal balá gul mubin”  “E não nos cabe mais do que transmitir claramente a mensagem”. Surat Yácin 3:17.

Wa Áhiro da wuahum anil hamdulillahi Rabil ãlamine”. E a conclusão das suas preces será: Louvado seja Allah, Senhor do Universo!”. 10.10.

Abdul Rehman Mangá

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s