Arquivo da categoria: 014.03 – A MISERICÓRDIA DE ALLAH

014.03 – A MISERICÓRDIA DE ALLAH.

Wua LLahu LLazí lá ilaha ilah wua. Ãlimul ghaibi wua chahadati, wua  Rahmanu Rahim. “Ele é Deus; Não há mais divindades além D’Ele, conhecedor do invisível e do visível. Ele é o Beneficente, o Misericordioso. Cur’ane 59:22

Abu Huraira (Que Allah fique satisfeito com ele), referiu que Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Allah Subhanahu Wa Taala dividiu a misericórdia em cem partes, reteve noventa e nove partes, fazendo apenas descer uma à terra. Dessa (uma) parte, emana toda a compaixão com que a criação inteira divide entre si. É tamanha essa compaixão, que faz com que o animal levante bem as garras, para não causar dano à sua cria”. Bukhari e Muslim. Allah, o Protector e Sustentador, providencia tudo que o homem necessita para viver, prosperar e evoluir. Allah criou os céus e a terra. Envia a água do céu, com a qual produz diversos tipos de alimentos, para o nosso sustento. Submeteu para nós os navios, que com a sua anuência, singram nos mares. Submeteu para nós os rios. Ele submeteu para nós o sol e a lua, que seguem os seus cursos e submeteu para nós o dia e a noite. Ele nos agraciou com tudo o que pedimos. Se contarmos as graças de Deus, não conseguiremos enumera-las. Com Compaixão, Allah acompanha sempre o ser humano, nunca o abandona. “Pela gloriosa luz da manhã e pela noite quando serena, O teu Senhor não te abandonou, nem te odiou” Cur’ane 93:1,2,3. No entanto, o homem é iníquo e  ingrato por excelência. Surat Ibrahim: 14:34. Allah submeteu toda esta misericórdia para a humanidade, mas seguindo as Suas leis. O navio singra o mar de acordo com as leis físicas da natureza. A noite sucede o dia, para o benefício do homem. Tudo o que Allah criou, está submetido às leis fixadas pelo Misericordioso, sem as quais, não seria possível a existência da vida. Tudo o que nos rodeia e que o nosso Criador nos agraciou, é uma lição para todos nós. “E na terra, há sinais para os que estão convencidos”. 51:20.  Então, porque somos ingratos para com as Suas benesses? “… poucos dos Meus servos são agradecidos”. 34.13.

Continue a ler