OS ÍDOLOS E O CULTO DAS IMAGENS

 OS ÍDOLOS E O CULTO DAS IMAGENS

LA ILAHA –  ILLA LLAH“. É a manifestação da fé composta, primeiro por uma negação, LA ILAHA NÃO HÁ OUTRA DIVINDADE“; e depois a confirmação ILLA LLAH SENÃO A (ÚNICA) DIVINDADE“. LA ILAHA ILLA LLAH NÃO HÁ OUTRA DIVINDADE, SENÃO DEUS,  A (ÚNICA) DIVINDADE.

A religião Islâmica opõe-se ao culto de imagens, dos profetas e de outras pessoas piedosas. Nas Mesquitas e nas  casas dos muçulmanos os únicos  símbolos religiosos expostos,  referem-se à reprodução dos versículos do Cur’ane e fotografias de mesquitas, nomeadamente as de Makah e Madina.  Nas nossas casas,  não devemos ter fotografias expostas dos nossos entes queridos, pois estas devem estar guardadas nos respectivos álbuns. Só devemos adorar a Deus, o Único, só a Ele é que devemos pedir ajuda e só a Ele é que podemos pedir para nos mostrar o caminho da verdade. (Surat Fatiha – capítulo da abertura).

 “Quando Abraão disse a Ezra, seu pai: Tomas os ídolos por deuses? Eis que te vejo a ti e a teu povo em evidente erro”. Cur’ane 6:74.

“Pergunta-lhes: Quem é o Senhor dos céus e da terra? E afirma-lhes: Deus! E diz-lhes: adoptareis, acaso, em vez d’Ele, ídolos, que não podem beneficiar-se sem defender-se? Poderão equiparar-se as trevas e a luz? Atribuem, acaso, a Deus parceiros, que criaram algo como a Sua criação, de tal modo que a criação lhes pareça similar? Dize: “Deus é o Criador de todas as coisas, porque Ele é o Único, o Irresistibilíssimo”. Cur’ane 13:16.

“Não fareis ídolos para vós, nem levantareis imagem de escultura, nem estátua, nem poreis pedra figurada na vossa terra, para inclinar-vos e ela, porque Eu sou o Senhor, vosso Deus” – Levítico 26.

Acerca da origem do shirk (adoração de algo ou alguém que não seja o Deus Único), é referido no Cur’ane, no capítulo Nuh (Noé): “E disseram (uns aos outros): Não abandoneis os vossos deuses, nem tão pouco abandoneis wadda, nem sua’a, nem yaguça, nem ya’uca, nem nassara”. Cur’ane 71.23.

Antes de morrerem, estas 5 divindades eram pessoas muito piedosas. Wadda era uma pessoa religiosa e muito amada pelo seu povo. Quando wadda morreu, o povo começou a reunir-se à volta da sua sepultura lamentando e chorando. O iblis (satanás), vendo aqui uma oportunidade para desencaminhar o ser humano, recomendou-lhes que fizessem uma estátua do falecido para ser colocada nos locais de reunião, a fim de ser lembrado. Como a sugestão surtiu efeito, depois recomendou-lhes para produzirem cópias para as terem nas suas casas para facilmente o recordarem. Na história da humanidade, wadda foi o primeiro ídolo a ser adorado.

As nossas recordações exageradas dos piedosos falecidos, conduzem na maior parte das vezes à idolatria. Não podemos pedir nada aos falecidos, pois eles não têm poderes nenhuns para alterarem os nossos destinos. Mas devemos pedir a Deus para os referidos piedosos para que o Altíssimo lhes releve as falhas (todo o ser humano é pecador) e os recompense por todo que fizeram pela humanidade.

Por isso o Isslam proíbe a construção de santuários nos túmulos de pessoas piedosas, para evitar que os locais se destinem aos rituais, celebrações e reuniões, contribuindo para o shirk (idolatria). Deus é Misericordioso, perdoa tudo, excepto aquele que O associa a qualquer criatura.

Abdul Rehman Mangá

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s