A ORAÇÃO NO ISLAM

O SALAH – A ORAÇÃO NO ISLÃO:

A tradução da palavra árabe  “salah” para “oração”, pode induzir em erro, para quem não conhece o verdadeiro sentido do salah. A palavra oração pode indicar as diversas formas de contacto com Deus, uma simples prece por exemplo. O salah é mais do que uma oração, pois inclui as partes verbais e físicas. A Oração no Isslam, é um contacto pessoal entre o crente e Deus.

Outra tradução que se pode dar ao “Salah” é: “oração obrigatória” ou “oração islâmica”. Cada país muçulmano não árabe, denomina o salah na sua linguagem e o mais utilizado em comum por muitos povos é o de “namaz”. Quando o crente está no salah, é como estar no mundo, mas fora dele. O termo “oração” aqui utilizado, refere-se ao salah.

A primeira preocupação do Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam), foi de divulgar e insistir para que as pessoas consolidassem a fé (iman). Foi um trabalho difícil e árduo, ao longo de alguns anos. Nem sempre encontrou simpatizantes e foi maltratado por aqueles que ainda insistiam em permanecer idólatras. No entanto, insistia para que as pessoas entendessem e interiorizassem o significado do primeiro pilar, a Chaada (testemunho da fé) LA ILAHA ILALHA Não há outra divindade, senão Deus. Quando já se encontrava sustentada esta prioridade – fé em Deus Único -, os muçulmanos receberam do Criador, uma prenda constituída pelas 5 orações diárias.

Refere o Cur’ane: “Sou Deus. Não há divindade além de Mim! Adora-Me pois e  observa a oração, para celebrar o Meu nome.” 20:14. De todas as acções, a primeira a respeito da qual será questionada no Dia do Julgamento Final, será a oração. Se for bem-sucedida, terá o sucesso e a felicidade, de contrário terá o insucesso e a desgraça. A pessoa que efectuar as orações, incrementará a sua fé e observará os restantes mandamentos da religião, com mais acuidade, conforme é referido no Cur’ane: “A oração impede os actos de pouca vergonha e injustiça”. 24:45.

Foi durante a noite de Mi’raj, quando o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) foi transportado para o céu  e recebeu de Deus, a obrigatoriedade de 50 orações diárias. Com o conselho do Profeta Mussa – Moisés – Que a Paz de Deus esteja com ele, o Profeta pediu a Deus a redução do número das orações, que foram reduzidos para os actuais 5 diários, sendo a recompensa de cada uma delas, equivalente a 10 orações.

Nessa ocasião, o Profeta levou 3 ofertas para Deus: 1 – ATAHIATO LILAHI2 – WA SALAWATO; 3 – WA TAHIBATO Toda a adoração efectuada verbalmente, fisicamente  e com bens mundanos, é somente para agradar a Deus.

E Deus deu as seguintes 3 prendas ao Mensageiro: 1 – ASSALAMO ALEIKA AIHUHANABI; 2 – WA RAHMATULAHI3 – WA BARAKATUHU Que a Paz, a Misericórdia e as bênçãos estejam acima de ti. Pensando no seu Umah (seguidores), disse o Profeta: ASSALAMO ALEINA WAALÁ IBADILAHI SUALIHINA Que a Paz não só acima de nós, mas também acima de todos os piedosos e que fazem as orações.

E o Anjo Jibrail (Gabriel) – que a Paz de Deus esteja com ele, completou: ASH HADU AN LA ILAHA ILALAHU, WA ASH HADU ANÁ MUHAMMAD ABDUHU WA RASSALUHUTestemunho a unicidade de Deus e que Muhammad é o Seu servo e apóstolo.

Estas são as preces que os muçulmanos rezam em cada uma das 5 orações diárias.

A oração é  obrigatória para todos os muçulmanos (homens e mulheres), após terem atingido a puberdade e que sejam portadores de plenas faculdades mentais. As crianças devem ser ensinadas a partir dos 7 anos, para que ao atingirem os 10 anos estejam aptos a efectuar as orações (Abu Dawood). A oração é o pilar da religião.

São as seguintes condições para que a oração seja válida:

Porque a pureza equivale a metade da fé, o crente deve estar limpo, purificado através do banho e da ablução. O versículo 5:6 indica-nos como devemos fazer a ablução. A roupa deve estar lavada, não apresentando vestígios de impurezas. O local onde nos prostramos a Deus deve estar limpo e seco. Referiu o Profeta: “A oração sem a pureza não é aceite, nem a caridade dada da riqueza adquirida ilicitamente”. – Musslim. O crente deve estar livre de intoxicações (álcool e drogas), proibidas pelo Islão, para não se enganar nas recitações do Cur’ane. “Ó vós que credes! Não vos deis à oração quando estiverdes embriagados, enquanto não souberdes o que estais a dizer…” Cur’ane 4:43.

As orações devem ser efectuadas no seu tempo exacto. “…. a oração é uma obrigação prescrita aos crentes, para ser cumprida em tempos fixos”.4:103.

Os crentes devem estar direccionados para Maka. Os muçulmanos de todo o mundo orientam-se para Maka, para efectuarem as suas orações, Antes de ser revelado o versículo 2:144, que refere a obrigatoriedade da orientação em direcção a Maka, os muçulmanos faziam as suas orações virados para Jerusalém.

O homem deve cobrir o corpo, no mínimo desde o umbigo até ao joelho. A mulher deve tapar o corpo, com excepção das mãos, dos pés e do rosto. Os crentes não devem usar roupas transparentes ou apertadas que mostrem o contorno dos corpos.

Foi referido que as 5 orações eliminam os pecados cometidos desde a oração antecedente. O número das orações diárias e obrigatórias, são cinco, conforme diversos hadices, nomeadamente: Jábir (Radiyalahu an-hu), referiu que Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “À semelhança das 5 orações diárias, é como uma ribeira profunda, cuja água para ao pé daquele que nela tome banho cinco vezes por dia.”

“E ordena à tua família o culto (a oração) e sê constante na sua prática…” Cur’ane 20:132

O Salah (oração), consiste em sequências de actos físicos e de orações/preces, que são repetidos em cada oração. Cada sequência chama-se “Rakah”. O número de rakahs é diferente  para cada uma das 5 orações obrigatórias prescritas para o dia e também para a oração congregacional de Juma (sexta-feira), dia sagrado para os muçulmanos.

São 5 orações diárias, prescritas para cada hora do dia: Fajr, antes do nascimento do sol; Dhuhr, a meio do dia; Assr, a meio da tarde; Maghrib, imediatamente após o pôr-do-sol; e à noite, Isha’a, com início, cerca de uma hora e meia após o pôr do sol. Nas sextas-feiras é efectuado o salat de Juma, em congregação, que substitui o salat Dhuhr.

Em cada uma das 5 orações, temos as rakats obrigatórias (Fard), as feitas insistentemente ou não pelo Profeta (Sunnah), as facultativas (Nafl) e as de número impar efectuadas  depois da ultima oração da noite (Witr). Nos Sunnah, existem duas categorias; as feitas com insistência pelo Profeta (Sunnat-Mu’akkadah) e as feitas ocasionalmente (Sunnat-Ghair-Mu’akkadah).

Existem dois tipos de Fard (obrigações): O Fard al-Ayan (obrigação individual) e o Fard al-Kifayah (obrigação da comunidade).  O Fard al-ayan, é uma obrigação individual, a qual cada um responderá  perante Deus. É o exemplo das 5 orações e do jejum no mês de Ramadan. “A pessoa que perdeu uma oração, é igual àquela que perdeu toda a sua família e bens”.  O Fard al-Kifayah é a obrigação da comunidade residente. Se alguns dos residentes o praticarem, estarão os restantes livres das responsabilidades. É o exemplo da oração fúnebre. Se as obrigações não forem observadas por alguns, então serão todos os membros da comunidade responsabilizados por isso.

Dentro dos Sunitas e  nas 4 escolas (imamos), não existe nenhuma divergência no que se refere ao número de rakats para cada uma das orações fards (obrigatórias). No total, são 17 rakats distribuídos pelas 5 orações diárias. No que se refere às orações Sunnah, verificam-se pequenas diferenças nos 4 imamos, mas que não trazem qualquer inconveniente. Existem hadices autênticos que nos incentivam às seguintes práticas de orações sunnah, antes ou depois das obrigatórias: 2 rakats antes da oração da manhã; 4 rakats antes e 2 rakats depois da oração fard de Dhuhr; 2 rakats depois de fardh Maghrib; 2 rakats depois da oração obrigatória de Isha’a; 4 rakats depois da oração em congregação de Juma.

As orações devem ser observadas dentro das horas prescritas. No caso de impossibilidade, deve-se efectuar a oração, imediatamente na primeira oportunidade. A oração assim efectuada, depois da hora prescrita, denomina-se de “Qadá”.

Quando em viagem, para uma distância superior a 77 Kms, as 4 rakats para cada uma das orações de Dhuhr, Assr e Isha’a, são reduzidas para 2 rakats. A oração de Witr depois de Isha’a, deve ser feita. É a oração de “Cassr”-Salat al-Mussafir. “E quando viajardes pela terra, não é pecado para vós abreviardes a oração.” 4:101. Referiu o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam): “A redução da oração na viagem é um Sadacah (uma dádiva) que Allah vos deu, portanto aceitai o Sadacah de Deus.”-Relato de Musslim).

Para além das 5 orações obrigatórias, existem outras orações que devem ser observadas, de acordo com as necessidades, ou obrigação como muçulmano, como por exemplo:

-Tahiatul Uzhú, 2 rakats depois de se fazer as abluções – prática que garantiu o paraíso a Bilal (Radiyalahu an-hu), Muazin do Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam);

-Tahiatul Masjid, ao entrar, 2 rakats de saudação à Mesquita;

-Salatul Janázah, oração fúnebre em congregação – o muçulmano falecido tem os seus direitos perante a comunidade: ser lavado, ser coberto com um pano branco (cafan) e ser realizada uma oração fúnebre;

-Salat Iss’tikhárah, quando o muçulmano  necessita de alguma orientação divina para os seus problemas ou quando necessita de escolher entre algumas alternativas permitidas, deve efectuar duas rakats, louvar a Deus, enviar Durud para o Profeta e fazer uma prece;

As orações de Idul Adhá e Idul Fitr, em congregação, nas duas festas religiosas;

Salat Tarawi, durante as noites do mês de Ramadan;

-Salat Taubah, com vista a pedir perdão a Deus, por algum pecado cometido;

Salat Haja, quando alguém se debate com algum grave problema relacionado com este mundo ou com o além (akhirat), deve efectuar 2 rakats, louvar a Deus, enviar Durud e fazer duá (prece): “Implorem a ajuda de Deus com paciência e oração”. 2:45;

-Salat Tahajud, é a oração facultativa que foi muito praticada pelo Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam): devemos acordar à noite efectuar entre 2 ou mais rakats, na solidão e no silêncio da noite, mas na presença de Deus, nosso Criador e Sustentador, fazer duá (prece);

-Salat Tasbih, recomendado pelo Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam);

-Salat para pedir chuva, quando a comunidade sente os efeitos da seca.

O mundo é uma Mesquita! O muçulmano pode efectuar as orações em qualquer lugar, desde que se encontre limpo. É uma benesse de Deus, porque qualquer lugar do mundo pode servir para lugar de adoração. Apesar de podermos fazer as orações individualmente, é recomendada a oração em congregação (Jama’ah), nas Mesquitas, na falta destes, nos locais definidos pela comunidade. A oração em congregação vale 25 ou 27 vezes mais, em relação a efectuada individualmente.

O Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) elevou o valor de 3 Mesquitas, conforme foi referido por Anáss Ibn Málik, em IbnMája/Michkat: “A recompensa da oração obrigatória feita em casa é de uma vez; Na Mesquita é de 25 vezes; Na Mesquita durante a oração de sexta-feira é de 500 vezes; Na Mesquita Al-Aqsá (Jerusalém) é de 5.000 vezes; na Mesquita do Profeta em Madina (Massjid Nabawi) é de 50.000 vezes; e na Mesquita em Maka (Massgidul Háram) é de 100.000 vezes.”

-WAJIB, é a oração que vem a seguir ao Fardh (a oração obrigatória), segundo a importância  a ela atribuída pelo Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam).

-SM-SUNNAT-UL-MU’AKKADAH, é o salah que o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) costumava efectuar com insistência, e que nos ordenou para assim procedermos.

-SGM-SUNNAT GHAIRIL-MU’AKKADAH, é a oração que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) executava ocasionalmente e que desejava que os seus seguidores também executassem.

-NAFL é a oração facultativa/voluntária.

O SUNNAH é ckassificado como a segunda fonte islâmica, a seguir ao sagrado Cur’ane. Sunnah é a palavra, acto ou uma confirmação dada pelo Profeta Muhammad (Salalahu Aleihu Wassalam). Os seguintes versículos confirmam que se deve seguir o Alcorão e o Sunnah: “E obedecei a Allah e ao seu Mensageiro, para que possais ser abençoados.” – Cap. 3 vers.132. “Quem obedecer ao Mensageiro, obedece a Allah”. – Cap.24, vers.80.

SUNNAH ANTES SALAH DE FAJR.

É relatado por Hazrat Aisha (Radiyalahu an-ha) que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam), não  mostrou tanta ânsia para qualquer sunnat Sallah ou Nafl Sallah, do que para os 2 rakats antes de Sallah de  Fajr. (Bukhari e Muslim).

Hazrat Abu Hurairah (Radiyalahu-an-hu, relatou que o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) aconselhou a prática de três acções: Jejuar 3 dias por mês, efectuar o Salatul Witr antes de dormir e não deixar os 2 Rakats antes de Fajr.

SUNNAH SALLAH NO ZUHR

Hazrat Aisha (Radiyalahu-an-ha) relatou que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) nunca deixou os 4 rakats antes e os 2 rakats  depois de fardh salat de Zuhr. (Bukhari).

Hazrat Umm Habibah (Radiyalahu-an-ha) narrou que o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Aquele que oferecer 4 rakats antes e depois de Zuhr, regularmente, Allah proibirá o fogo do inferno para ele. (Musnad-I-Ahmad, Abu Daud, Nasai e Ibn Maja).

Hazrat Bará Bin Azib (Radiyalláhu an-hu), disse que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) quando não podia fazer os 4 rakats antes de Zuhr, efectuava-os depois do Zuhr. (Tirmizi).

SUNNAT SALLAH ANTES DE ASR

É muito frequente, alguns muçulmanos não efectuarem os 4 rakats de sunnat antes do salat de Asr. Sobre o assunto, seguem os seguintes hadices:

Hazrat Abdullah Ibn Umar (Radiyalahu-an-hu) relatou que o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “As bênçãos do Senhor caem sob aquela pessoa que oferece 4 rakats antes de Assr”. (Musnad-I-Ahmad, Tirmizi, e Abu Daud).

Hazrat Umme Salma (Radiyalahu-an-ha) disse que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) referiu: “Aqueles que efectuarem 4 rakats, antes de Assr, Allah os absolverá do fogo do inferno”. (Tibrani).

Hazrat Ali (Radyialahu-an-hu), disse que o Profeta de Deus (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Que aquelas pessoas da sua comunidade que oferecem 4 rakats antes de Assr, elas andarão no mundo livres dos  pecados”. (Tibrani).

SUNNAH SALLAH DEPOIS DE MAGRIB

Hazrat Huzaifah (Radiyalláhu an-hu) referiu que o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) disse; “Apressem-se a efectuar 2 Rakats depois de Magrib porque eles sobem com o Sallah obrigatório”. (Razin e Baihaki).

Hazrat Makhul (Ramatullahi Alaihi), disse que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Aquele que depois do salat de Magrib, antes de se envolver nas  conversa mundanas, oferecer 2 ou 4 Rakats, ele terá as suas preces erguidas até ao Sublime.” (Razin).

Yhá ayal lahiza ámanus ta’inu bi ssabri wa saláti. Iná Laaha maãl sábirina. “Ó vós que credes! Procurai ajuda na perseverança e na oração. Pois Allah está com os perseverantes”. Cur’ane 2:153.

SUNNAH SALLAH DE ISHA’A

Ibn omar (Radiyalahu an-hu) relatou que praticava com o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) 2 rakats de Sunnat depois do Isha’a. Abdullah Ibn Mughaffal referiu que o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) disse que entre as duas chamadas para a oração (entre o Azan e o icáma), há uma oração de sunna.

SUNNAH NA ORAÇÂO DE JUMA

Abu Huraira (Radiyalahu-an-hu) referiu que o Profeta Muhammad (Sallalahu Aleihi Wassam), lhe ordenou, bem como aos outros: “Depois de finalizada a oração em congregação das sextas-feiras, oferecei também 4 rakats de sunna.” (Bukhari e Muslim).

“Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41. Wa ma alaina il lal balá gul mubin” “E não nos cabe mais do que transmitir claramente a mensagem”. Surat Yácin 36:17. “Wa Áhiro da wuahum anil hamdulillahi Rabil ãlamine”. E a conclusão das suas preces será: Louvado seja Deus, Senhor do Universo!”. 10.10.

Abdul Rehman Mangá

4 opiniões sobre “A ORAÇÃO NO ISLAM”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s