O CRESCIMENTO DO ISLAM

O Crescimento do Islão:

De acordo com os estudos realizados por diversas organizações e universidades independentes, em termos globais,   1 em cada 4 pessoas é muçulmano. Segundo o Pew Forum of Religion and Public Life de Washington, estima-se que os muçulmanos já  tenham  atingido os 1.570.000.000 pessoas (um bilião e quinhentos e setenta milhões).

cerca de 20% dos muçulmanos é que são Árabes e vivem no Médio Oriente e no Norte de África, regiões tradicionalmente associadas pelas televisões e jornais ocidentais à Religião islâmica.

Outros estudos efectuados pelas Universidades Europeias, referem-se que  daqui a cerca de 50 anos, mais de 50% da população europeia será muçulmana.

Os aumentos referidos são consequência da alta natalidade dos muçulmanos residentes em certos países, da baixa natalidade dos europeus e o abandono das suas convicções religiosas. Também contribui para este crescimento, as conversões/reversões para o islão, que se verificam nos países ocidentais.

O bem-estar que o  ser humano foi adquirindo ao longo dos últimos anos, devia ter por consequência, o agradecimento a Deus. No entanto, no Ocidente, a facilidade de obtenção dos bens materiais, acaba por   diminuiu a fé e até muitos acabam por colocar em causa, a existência de Deus, contribuindo para a desertificação dos seus templos. Contrariamente, as Mesquitas vão ficando cheias de crentes  muçulmanos.

São sinais evidentes e  referenciados  há mais de 1400 anos, em diversas passagens do Cur’ane e dos ditos do Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam).

O capítulo 110 do Cur’ane, (Surat Al Nasr), refere:

1 – Izzá Jaa Nashru llahi WaalfathúQuando te chegar o socorro de Deus e o triunfo,

2 – Wara-ayta nnassa yadhuluna fii dini llahi afwaajaanE vires entrar, em massa, na religião de Deus,

3 – Fasabbih bihamdi rabbika wastaghfir-hu innahú kaana tawwaabaCelebra, então, os louvores do teu Senhor e implora o Seu perdão, porque Ele é Remissório.

 No dia do julgamento final, veremos toda a humanidade reunida para prestação de contas. Cada povo seguirá o seu Profeta. Uns Profetas terão poucos seguidores, outros terão muitos. Mas outros Profetas não terão ninguém atrás deles, pois não conseguiram inverter a situação pecaminosa dos seus povos.

Há uma passagem em que o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) referiu que estava a sonhar e viu um Profeta com um povo atrás dele, a dirigirem-se para o paraíso. Em diálogo com Gibrail – Anjo Gabriel (Aleihi Salam- Que a Paz de Deus esteja com ele) perguntou-lhe se não era ele, o que lhe foi respondido que não, pois era Mussa – Moisés (Aleihi Salam) com o seu povo. Então viu outro Profeta com maior número de seguidores em relação ao primeiro e voltou a perguntar a Gibrail (Aleihi Salam) se desta vez era ele. Foi-lhe respondido que também não era ele, mas sim Issa – Jesus (Aleihi Salam) com o seu povo. Depois Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) viu outro Profeta com muito mais seguidores em relação aos dois  anteriores e então fez a mesma pergunta. Aí foi-lhe respondido que sim, era ele com o seu Uma a dirigirem-se para o Paraíso.

Outra prova evidente é de o  Profeta Muhammad (Salalhu Aleihi Wassalam), ansiava estar com o seu imenso Ummah (povo) no dia em que ele nos vai de beber a Agua de Khauçar. Uma vez ele  estava com os seus companheiros (Que Deus esteja satisfeito com eles) e disse: “Quando verei eu os meus irmãos?”. E os companheiros perguntaram-lhe surpreendidos, se eles não eram os seus irmãos. E ele respondeu “Vós sois os meus companheiros; mas os meus irmãos serão aqueles que acreditarão em mim sem nunca me terem visto”. – Hadice narrado por Ahmed.

Todos nós temos uma grande responsabilidade para que este Umah cresça com qualidade. O melhor dawa (divulgação/convite), é o nosso comportamento perante não só os muçulmanos, mas com toda a humanidade. Refere o Cur’ane, de que não existe compulsão na religião. No entanto, apesar do que se escreve contra o Islão,  milhares e milhares de pessoas,  se convertem/revertem para o Isslam, encontrando nela,  a paz e a tranquilidade espiritual.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41. “Wa ma alaina il lal balá gul mubin”  “E não nos cabe mais do que transmitir claramente a mensagem”. Surat Yácin 3:17. “Wa Áhiro da wuahum anil hamdulillahi Rabil ãlamine”. E a conclusão das suas preces será: Louvado seja Deus, Senhor do Universo!”. Cur’ane 10.10.

Abdul Rehman Mangá

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s