PRINCIPIOS GERAIS DO ISLÃO

A RELIGIÃO ISLÂMICA-PRINCIPIOS GERAIS

– O ISLAM – ISLÃO OS MUÇULMANOS

O nome da Religião é o ISLÃO – ISLAM, que deriva da palavra arábica “Silm” – “Salam”, cujo significado é PAZ. “Salam” pode também significar saudar-se reciprocamente com paz. Significa mais do que isso – significa a submissão a Um só Deus, viver em paz com o Criador, viver em paz consigo mesmo, viver em paz com as outras pessoas e viver em paz com o ambiente.

O Islão é um sistema de vida completo. Os seguidores do Islão são chamados “Muçulmanos”.

Um Muçulmano é qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo, cuja obediência, dedicação e lealdade são exclusivamente para Deus, o Senhor e Criador do Universo.

– MUÇULMANOS E ÁRABES

Os Muçulmanos podem ser Árabes, Turcos, Persas, Indianos, Chineses, Japoneses, Portugueses. Africanos, Americanos, ou de qualquer outra raça ou nacionalidade.

Um Árabe pode ser Muçulmano, Judeu, Cristão ou Ateu. Qualquer pessoa que adopte a linguagem arábica, é chamado de Árabe.

Existem cerca de 1.500.000.000 (um bilião e quinhentos milhões) de muçulmanos. Menos de 20 % é que são Árabes. Segundo os estudos efectuados pelas universidades europeias, a religião Islâmica será maioritário nos próximos 50 anos.

A língua do Alcorão (o Livro sagrado do Islão), é Arábica. Os Muçulmanos de todo o mundo tentam aprender o Árabe, a fim de perceberem o seu significado. Fazem as orações em Árabe, mas as suplicações a Deus podem ser feitas em qualquer língua. Existem traduções do Alcorão em diversas línguas.

– ALLAH, O UNICO DEUS

ALLAH, é o nome (em arábico) do Uno e Único Deus de todo o Universo. Allah, não é só o Deus dos Muçulmanos. Ele é Deus dos Judeus, dos Cristãos, dos Muçulmanos, dos Budistas, dos Ateus, enfim de toda a humanidade. Em cada língua, ou País, existe uma palavra para os homens chamarem a Deus.

– OS PROFETAS

Os Muçulmanos acreditam nos Profetas do Judaísmo e nos Profetas do Cristianismo, nomeadamente, Noé, Abraão, Ismael, Isaac, Jacob, José, Moisés, Arão, David, Salomão, João Baptista, Jesus e Muhammad. (que a Paz de Deus esteja com eles todos).

Os Muçulmanos acreditam que Deus enviou diferentes Profetas e Mensageiros durante toda a história da Humanidade. Todos trouxeram a mesma mensagem e os mesmos ensinamentos. Foi o Povo que não compreendeu bem, interpretou mal, deturpando, em alguns casos, a Palavra Divina.

Os Muçulmanos não adoram Profetas e Santos. Os Muçulmanos dirigem as suas preces unicamente a Deus.

MUHAMMAD

Muhammad, cujo nome completo é Muhammad Bin Abdul Muttalib, foi escolhido por Deus para proferir a Sua Mensagem de Paz, isto é o Islão. Nasceu no ano de 570 da era cristã, em Makka, Arábia. Uma vez que o seu pai faleceu antes do seu nascimento, e a sua mãe, logo depois, ele foi cuidado pelo seu tio pertencente à tribo Coraix. Foi-lhe confiada por Deus, através do Anjo Gabriel (Jibrail), a Mensagem do Islão quando ele tinha quarenta anos de idade.

– O CUR’ANE E O AHADICE E OS OUTROS LIVROS SAGRADOS

 O Cur’ane é a original e autentica Palavra de Deus. O Cur’ane foi revelado ao Profeta Muhammad, por intermédio do Anjo Gabriel. O Cur’ane é dirigido a toda a humanidade (e não só aos Muçulmanos).

O Hadice é a relação das palavras, das acções e das decisões do Profeta Muhammad (que a Paz de Deus esteja com ele). Os ditos e as acções são chamados “Sunnah”.

O Cur’ane e a conduta do Profeta Muhammad, formam as bases do direito Islâmico e constituem um verdadeiro código de vida para os Muçulmanos.

 Os Muçulmanos crêem nos outros livros sagrados que foram revelados aos anteriores Profetas e Mensageiros, mas na sua forma original, nomeadamente o Torah, os Salmos e o Novo Testamento.

– JESUS, TAMBÉM UM PROFETA DO ISLÃO

 Os Muçulmanos acreditam no nascimento milagroso de Jesus (que a Paz de Deus esteja com ele). Eles o consideram um dos maiores mensageiros de Deus para a Humanidade. O Cur’ane, através de um capítulo com o nome de Maria, confirma o nascimento milagroso de Jesus através da virgem Maria, considerada a mais pura mulher de toda a criação. Os Muçulmanos aguardam a segunda vinda de Jesus ao mundo. O Cur’ane confirma também os milagres que Jesus operou durante a sua vida.

– OS PILARES DO ISLAMISMO

O Islão assenta nos seguintes cinco pilares

-Credo (Chahada). O credo é o testemunho da existência de Um Único Deus, e de que Muhammad é o Seu ultimo Mensageiro): “LA ILAHA ILLA LLAH MUHAMMAD RASSULULAH– “NÃO HÁ OUTRA DIVINDADE, SENÃO DEUS,  A (ÚNICA) DIVINDADE, E QUE MUHAMMAD É O SEU (ÚLTIMO) MENSAGEIRO.

-Orações (Salat). A todos os Muçulmanos são requeridas cinco orações diárias em períodos bem definidos do dia.

-Jejum (Saum). O jejum consiste na abstinência total de alimentos e líquidos e das relações sexuais, desde o nascer até ao pôr-do-sol, durante todo o mês de Ramadão (30 dias).

-Contribuição da Purificação (Zakat). Os Muçulmanos devem fazer anualmente um balanço dos seus bens materiais e ao respectivo saldo final, contribuir com 2,5% para distribuição aos pobres. Normalmente, as contribuições são entregues à Mesquita de cada localidade, onde existe uma comissão nomeada para o efeito.

-A Peregrinação a Makka (Hajj). O cumprimento da Peregrinação a Makkah é obrigatória uma vez na vida para todo o Muçulmano, com posses financeiras para o efeito. A celebração da “Hajj” é realizada, em grande parte, em memória das provações e tribulações sofridas pelo Profeta Abraão, sua esposa Agar e seu filho primogénito Ismael.

– REGIME ALIMENTAR

O Islão permite aos Muçulmanos que comam de tudo que seja bom para a saúde. Restringe certos géneros alimentícios, tais como a carne de porco e seus derivados, bebidas alcoólicas e qualquer narcótico ou droga.

– LUGAR DE ADORAÇÃO

É recomendado que os Muçulmanos orem em congregação. O lugar de adoração para os Muçulmanos é denominado de Mesquita (Masjide). No entanto o Muçulmano pode orar sozinho ou em grupo, em qualquer local limpo – casa, escritório, etc…

Existem no mundo, 3 lugares sagrados para os Muçulmanos:

  • A Mesquita da Caaba em Makka
  • A Mesquita do Profeta Muhammad em Medina
  • Mesquita Aqsa, em Jerusalém.

– O DIA SAGRADO

O dia sagrado para os Muçulmanos é a sexta-feira (Jummâ). O Profeta Adão foi enviado ao mundo numa sexta-feira; o Profeta Moisés e o seu povo para se salvarem das perseguições do Faraó, atravessaram o rio Nilo numa sexta-feira. E, acredita-se que o dia do Julgamento final terá lugar numa sexta-feira. Os Muçulmanos juntam-se todas as sextas feiras nas Mesquitas, depois do meio dia, para a oração de “Jummâ”. O Imame (dirigente do culto Islâmico) faz o sermão (Khutba) e dirige a oração em congregação.

– A JIHAD

A palavra “Jihad”, significa esforço na causa e no caminho de Deus. Qualquer esforço diário pela causa de Deus, é considerada uma “Jihad”. Um dos mais elevados níveis de “Jihad”, consiste numa boa palavra (de verdade), perante um governante tirano. O auto controle é também uma “Jihad”

Os muçulmanos só devem utilizar a força no caso de auto defesa.

– A MULHER MUÇULMANA

Há 1.400 anos, o Islão elevou o estatuto das mulheres, nomeadamente, ao permitir-lhes o divórcio, independência económica e financeira, o direito à propriedade, o direito de conservar o nome de solteira depois de casada. Certos aspectos culturais existentes em alguns países, ainda não permitem a mulher atingir os seus plenos direitos, contrariando assim a orientação religiosa.

Abdul Rehman Mangá

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s