027.06 – COM PACIÊNCIA (SABR), OUVIR E PROFERIR BOAS PALAVRAS

027.06 – COM PACIENCIA (SABER), OUVIR E PROFERIR BOAS PALAVRAS

inna Llaha maã sabirin. Na verdade, Allah está com os pacientes. Cur’ane, Surat Anfal 8:46.

Quem pratica sabr (a paciência) e ouve pacientemente os outros, mesmo que esteja a ser ofendido, terá a protecção dos anjos, conforme é referido na seguinte passagem contada por Abu Huraira (Radiyalahu an-hu): “Certa vez, uma pessoa estava a abusar verbalmente Abu Bakr (Radiyalahu an-hu). O Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) estava assistindo com um sorriso. Abu Bakr depois de muito ouvir em silêncio, acabou por respondeu a algum dos comentários. Com isso o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) retirou-se do local, mostrando a sua desaprovação pelo facto. Abu Bakr depois perguntou ao Profeta: “Quando ele estava a falar mal de mim, você permaneceu no local, mas quando eu lhe respondi, você se retirou reprovando a minha atitude”. O Mensageiro de Deus (Salalahu Aleihi Wassalam) esclareceu: “Estava um anjo contigo respondendo às insinuações. Mas quando você começou a responder, o lugar do anjo foi tomado pelo sheitane (diabo)”. Ele continuou: “Ó Abu Bakr, há três verdades sólidas: se uma pessoa está sendo prejudicado e ele tolera (sem qualquer intenção de vingança), apenas pela causa de Allah Subhanahu Wataala, Allah vai honrá-lo e dar-lhe-á ajuda; se uma pessoa abre a porta distribuindo presentes para cimentar as relações com os familiares, Allah lhe dará abundância; se uma pessoa abre a sua porta procurando caridade para aumentar a sua riqueza, Allah irá reduzir ainda mais a sua riqueza”. Musnad Ahmad.

São diferentes as palavras proferidas imediatamente a seguir às provocações e as que são ditas com ponderação. Com sabr, paciência, as nossas palavras ponderadas, poderão ser um veículo de ensinamento à pessoa que nos ofendeu e ele acabar por reconhecer o erro cometido. A pessoa está no seu direito de se defender, mas quem perdoa e reconcilia será recompensado. “E seja paciente, porque Allah não frusta a recompensa aos benfeitores”. Cur’ane 11:115. Uma língua habituada a falar bem, responderá as provocações com palavras boas. E isto não é difícil para os que têm fé em Allah e no Seu Mensageiro e que acreditam no dia em que as nossas línguas testemunharão contra ou a nosso favor. Antes de falarmos, devemos pensar primeiro no que vamos dizer, se é bom ou se vamos ferir alguém. Issa Ibn Mariam (Aleihi Salam) – Jesus filho de Maria, que a paz de Allah esteja com eles, passou por um porco e disse: “vá em paz”. Alguém perguntou: “Está a dizer isso para um porco?”. Issa disse: “Não quero acostumar a minha língua a falar mal”. Maliks Muwatta 56.1.4. 

O crente paciente cultiva a bondade e sabe ouvir mesmo quando está perante uma provocação. Não responde mal aos insultos e procura manter a calma. Com as suas palavras brandas conquista os corações mais duros do que a pedra. “Jamais poderão equiparar-se a bondade e a maldade. Retribui (ó Muhammad) o mal da melhor forma possível, e eis que aquele que nutria inimizade por ti converter-se-á em íntimo amigo”. Cur’ane 41:34.  

Rabaná af-rig ãleiná sab-ran wa tawafaná muslimun: “Senhor Nosso, concede-nos a paciência e faze com que morramos submissos a Ti!”. Cur’ane 7:126

“Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41. 

Abdul Rehman Mangá

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s