JEJUM – UM ALIMENTO PARA A ALMA – PEQUENAS MENSAGENS DE 2013

Jejum – Um Alimento para a Alma – Pequenas Mensagens de 2013

Assalamo Aleikum Warahmatulah Wabarakatuhu,

Mensagens diárias enviadas aos mais de 1.200 leitores do Juma Mubarak, durante o mês de Ramadan do ano de 2013.

Meu duah para que Allah, nosso Senhor e Criador, tenha Misericórdia de nós, seja Indulgente, nos liberte dos pecados lavando-os com água, neve e granizo. Quando chegar a nossa hora, nos livre dos tormentos da sepultura e do inferno e nos conceda o Jannat (Paraíso)! Ameen!

 

AS VIRTUDES DA SADAQA (ESMOLA)

Abu Huraira (Radialahu an-hu) relatou que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) referiu: “Um homem disse que daria algo em caridade. Ele saiu com o seu objecto destinado à caridade e sem se aperceber, deu-o a um ladrão. Na manhã seguinte as pessoas comentaram o facto de ele ter dado o objecto para um ladrão. (Ao ouvir isso) o homem exclamou: “Ó meu Deus, todos os louvores são para Ti, vou novamente dar esmolas “. Assim ele saiu novamente e sem saber deu a esmola a uma adúltera. Na manhã seguinte o povo voltou a criticar, dizendo que ele tinha dado uma esmola a uma adúltera. O homem disse: “Ó meu Deus! Todos os Louvores são para Ti, eu dei uma esmola a uma adúltera, vou dar esmolas novamente”. Então ele saiu com as esmolas e sem se aperceber, deu a uma pessoa rica. Na manhã seguinte, o povo, voltou a falar, referindo de que ele deu uma esmola a uma pessoa rica! Ele disse”: Ó meu Deus, todos os Louvores são para ti, eu dei esmolas a um ladrão, a uma mulher adúltera e a um homem rico”. Então veio alguém e disse-lhe: “A esmola que deste ao ladrão, pode fazê-lo abster-se de roubar, a que foi dada à adultera, pode fazer com que ela se abstenha de relações ilícitas e que a esmola dada ao homem rico, pode servir de lição, para ele distribuir a riqueza que Deus lhe deu, pela causa de Deus”. Bhukari 24:502.

RAMADAN

“Ó vós que credes! É-vos prescrito o jejum, como foi prescrito aos vossos antepassados, para que possais temer a Deus”. Cur’ane 2:183.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41.

07/07/2013

COMO É QUE DEUS DÁ A VIDA AO MORTO?

Ibrahim – Abraão, que a Paz de Deus esteja com ele, pediu a Deus para  lhe mostrar como é que Deus voltava a dar a vida a uma criatura morta! “E quando Ibrahim disse: “Meu Senhor! Mostra-me como ressuscitas os mortos”. Deus disse; “Tu (ainda) não crês?” Ele respondeu: “Sim, mas pergunto para tranquilizar o meu coração”. Deus disse: “Toma quatro pássaros, despedaça-os e coloca uma porção deles em cada montanha e em seguida, chama-os: eles virão para ti, rapidamente. E fica sabendo que Deus é Poderoso e Sábio.” Cur’ane 2:260. Depois de proceder como Deus ordenou, Abraão chamou os pássaros pelos respectivos nomes e imediatamente as partes separadas juntaram-se, formando os corpos originais e os pássaros começaram a voar para junto dele.

RAMADAN

Um corpo forte é melhor do que um corpo fraco. A pequena refeição da madrugada, o Sheri / Suhur, que é tomada antes de se iniciar o jejum, é cheia de bênçãos, por parte do nosso Criador. Anas Bin Malik (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Lançai mão da consoada (do suhur), porque há bênçãos nesse acto”. Bukhari e Muslim.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41.

08/07/2013

QUANDO DORMIMOS MORREMOS E QUANDO ACORDAMOS, NOVAMENTE DEUS NOS DÀ A VIDA

Hudhaifa (Radiyalahu an-hu), narrou que sempre que o Profeta pretendia ir dormir, recitava o seguinte: “ALLAHUMMA BISSMIKA AMUTO WA AH-YÁ” – Ó Allah, em teu nome eu morro e acordo. E quando ele acordava, ele recitava: “ALHAMDULILAHI LAZIÍ AH-YANA BÃNDA MÁ AMÁTANÁ WA ILEIHI NUUSHUR” – Todo o Louvor para Allah, que nos deu a vida, depois de nos causar a morte e para Ele será a ressurreição”. Bhukari 75:336.

اللَّهُمَّ بِاسْمِكَ أَمُوتُ وَأَحْيَا – الْحَمْدُ لِلَّهِ الَّذِي أَحْيَانَا بَعْدَ مَا أَمَاتَنَا وَإِلَيْهِ النُّشُورُ

 RAMADAN

”Aquele que não jejua no mês de ramadan, sem nenhuma razão válida (aceitável pela lei islâmica), nunca será capaz de recuperar aquele dia, mesmo que jejue o resto da vida”. Bukhari.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41.

09/07/2013

A IMPORTÂNCIA DA SEXTA-FEIRA.

Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam), disse: “ Quando chega a sexta-feira, os anjos tomam os seus lugares nas portas das mesquitas, começando a registar por ordem, os nomes desses que vêm cedo. A pessoa que vem no início, é como se tivesse feito um sacrifício de um camelo (para agradar o seu Senhor). Quem vem a seguir é como aquele que sacrificou uma vaca. Quem vem a seguir, é como aquele que sacrificou um cabrito. Quem vem a seguir, é como aquele que sacrificou uma galinha e quem vem a seguir é como aquele que sacrificou um ovo. Quando o imamo sobe ao mimbar para proferir o Khutba, os anjos enrolam os seus pergaminhos e juntam-se à congregação para ouvirem o sermão.” BukharI 13:51.

RAMADAN

“O Ramadan é o mês em que foi enviada a revelação do Cur’ane, como Guia para a humanidade, com  provas claras de orientação e de critério (entre o bem e o mal…..)”. Cur’ane 2:185.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

10/07/2013

A IMPORTÂNCIA DO UZU (ABLUÇÃO)

Nu’am Al-Mujmir (Radiyalahu an-hu) referiu: Uma vez eu fui à Mesquita acompanhado de Abu Huraira (Radiyalahu an-hu). Ele efectuou o Uzú (ablução) e disse: “Eu ouvi o Profeta (Que a Paz e as Bênçãos de Deus estejam com ele) dizer: “No Dia da Ressurreição, os meus seguidores serão chamados de “Al-Ghurr-UL-Muhajjalun”, devido ao traço (efeito) da ablução e quem pretenda aumentar a área do respectivo brilho, deve fazê-lo (isto é, através da realização regular da ablução)”. Bhukari 4:138.

RAMADAN

Os anjos invocam as bênçãos sobre aqueles que dão de comer e de beber ao jejuador na altura do iftar. Quem der de beber ao jejuador, Deus lhe dará de beber da Sua fonte e nunca mais terá sede, até entrar no Paraíso.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

11/07/2013

 QUANDO OUVIREM A SURAT FATIHA DIGAM: “AMEEN”

 Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que Muhammada (Salalahu Aleihi wassalam) disse: “Quando o Imamo disser: “Siratal lazina an amta alaihim ghairil maghdubi alaihim wa lad daallin. – O caminho daqueles a quem Tu concedeste a Tua Graça, daqueles que não incorrem na Tua cólera e que não se perdem (Surat Fatiha)”, então devem dizer “AMEEN”, porque se o AMEEN pronunciado coincidir com os dos Anjos, então os pecados passados serão perdoados”. BuKhari 60:2 Ibn Shihab (Radiyalahu na-hu) disse que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) tinha por hábito dizer AMEEN.

RAMADAN

 Todos os órgãos do corpo também devem jejuar. 1 – a língua, evitando conversas inapropriadas, a mentira, a difamação; 2 – a vista, evitando olhar o que nos desvia da recordação de Deus; 3 – a audição, ouvindo conversas maldosas e as  intrigas; 4 – as mãos e os pés e os outros órgãos do corpo, que nos possam conduzir para o pecado. Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Muitos dos que jejuam, não obtêm dos seus jejuns, excepto a fome. Muitos praticam as orações à noite e nada obtém excepto o desconforto de permanecerem acordados”.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41.

12/07/2013

AS MANSÕES NO PARAÍSO

Said Al–Khudri (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta (Salalahu Aleihi Waassalam) disse: “O povo do paraíso olhará para as mansões nobres (lugares superiores no paraíso), da mesma forma como se olha longe para o horizonte, para uma estrela brilhante no oriente ou no ocidente. Tudo isto por causa da sua superioridade em relação ao outro (em recompensas)”. As pessoas perguntaram: “ Ó Apóstolo de Deus! Essas nobres mansões são para os Profetas e ninguém mais as poderá atingir?” O Profeta respondeu: “Não! Por Deus, em cujas mãos está a minha vida, estes são os que acreditavam em Deus e também acreditavam nos Apóstolos”. Bukhari 54:478.

RAMADAN

Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) costumava exortar os seus companheiros (Radiyalahu an-huma) para efectuarem orações facultativas à noite (Tarawi), durante o mês de Ramadan, sem contudo ordenar-lhes para rezarem como acção obrigatória e disse: “Aquele que observa a oração nocturna nas noites de Ramadan, com fé e com a esperança e a procura da recompensa (de Deus), todos os seus pecados serão perdoados”. Era esta a prática até  o Mensageiro de Deus (Salalahu Aleihi Wassalam) morrer, e assim continuou durante o Califado de Abu Bakr e parte inicial do Califado de Umar. Muslim 4:1663.

“Na verdade Eu sou Allah. Não há Deus além de Mim. Serve-Me pois e  estabelece a oração para Minha recordação”. Cur’ane 20:14

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

13/07/2013

O CUMPRIMENTO DA RELIGIÃO É FÁCIL

Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “O cumprimento da religião é muito fácil. Quem sobrecarregar-se na religião (na sua prática), não será capaz de continuar nesse caminho. Então vocês não devem ser extremistas, mas devem tentar estar perto da perfeição e receber a boa nova de que serão recompensados. E devem ganhar forças para a adoração diurna e nocturna. Bukhari 2:38

RAMADAN

Quem recitar, o seguinte, 3 vezes depois das orações de Fajr e Assr, todos os seus pecados, mesmo do tamanho do mar, serão perdoados: “Asstahgfirullaha lazí lá illaha ilah wual há-iul kaiumo wua atubu ileihi”.  “Peço perdão a Allah,  nenhum ser é digno de adoração, excepto Ele; e Ele é Vivo, o Eterno; e eu volto-me para Ele. Tirmidhi.

 أَسْتَغْفِرُ اللَّهَ الَّذِي لَا إِلَهَ إِلَّا هُوَ الْحَيَّ الْقَيُّومَ وَأَتُوبِ إِلَيْهِ

 Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

14/07/2013

DUAS EXPRESSÕES FÁCEIS DE PRONUNCIAR

Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Há duas expressões que são muito fáceis para a língua pronunciar, mas são muitos pesados na balança e são muito queridas por Deus o Misericordioso. E elas são: Subhana Allah Al-Azim – Subhana Allah Wa Bi-hamdihi”. Bukhari 75:415.

Subhana Allah Al-Azim (Glória para Allah o Majestoso – Glorified is Allah, the Great)

Subhana Allah Wa Bi-hamdihi (Glória para Allah e todos os louvores são para Ele – All Glory to Allah and all Praise to Him).

 RAMADAN

Comer muito no Iftar, provoca o desconforto e encontramos a nossa própria justificação para não fazer as orações nocturnas, nomeadamente o Tarawi e de praticar outro tipo de adoração. Os excessos, são contrários aos princípios deste mês sagrado e também durante toda a vida do crente. Anas Bin Malik (Radiyalahu an-hu) referiu que uma vez foi servida uma comida especial. Quando Anas começou a comer, manteve um pedaço na boca durante algum tempo e depois olhou para as outras pessoas e começou a chorar. Depois justificou-se, dizendo: “Por Allah, acompanhei pessoas que se tivessem oportunidade de terem esta comida, teriam feito jejuns (facultativos), com mais frequência. Um deles encontraria somente leite misturado com agua (como comida), que beberia e começaria a jejuar”. –Al-Mu’afa Bin Imran – Kitab Al-Zuhd, nº. 125.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41.

15/07/2013

INTERCESSÃO NO DIA DO QUIÁMAT

Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) perguntou: “Ó Profeta de Deus, quem será a pessoa mais sortuda que vai ganhar a sua intercessão no dia de Quiámat?”. O Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) respondeu: “Ó Abu Huraira!. Eu sempre pensei que ninguém me iria perguntar esta questão, a não ser você pelo seu interesse na aprendizagem dos hadices. A pessoa mais sortuda que terá a minha intercessão, será aquela que disse (recitou) com sinceridade do fundo do seu coração: “Ninguém tem o direito de ser adorado, senão Allah (Deus)”. Bukhari 79:574.

RAMADAN

Quando chegar a hora do iftar (final do jejum diário), sem demoras, devemos preocupar-nos em quebrar o jejum, de preferência com água e tâmaras. O Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Assim disse Deus, Todo-Poderoso, Senhor da Glória: “Dentre os meus servos, prefiro aquele que se apressa em quebrar o jejum”. Bukhari e  Muslim. O duá para quebrar o jejum, pode ser feito na nossa própria língua, ou por exemplo: “ALAHUMMA LACA SAMTÚ WABICA ÁMANTÚ WA ÃLÁ RIZQUIKA AFTARTÚ” (Ó Allah, eu jejuei para Ti, em Ti eu acreditei (e acredito), em Ti eu depositei a minha confiança e com a Tua provisão, eu quebro o meu jeum).

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

16/07/2013

O QUE NOS ESCLARECE O CUR’ANE, ACERCA DO DIA DA RESSURREIÇÃO?

 ”E quem lhe for dado o seu livro (registo das suas acções) com a direita; Terá julgamento fácil”. Cur’ane 84:7,8. “E quem temeu o comparecimento perante o seu Senhor (no Dia do Juízo) e proibiu a alma de seguir os caprichos; então, certamente o Paraíso será a morada”. Cur’ane 79:40,41. “E o livro (das acções) será apresentado; e tu verás os pecadores cheios de medo por aquilo que está nele e dirão: Ai de nós! Que tipo de livro é este? Não deixou um pequeno pecado nem um grande pecado, tendo registado tudo”. Cur’ane 18:49. “Quem lhe for dado o seu livro por detrás das suas costas; Irá clamar destruição (desejará ser eliminado por causa da humilhação desse dia)”. Cur’ane 84: 10,11. “E dirão: Se tivéssemos ouvido ou raciocinado, não estaríamos (agora) com os moradores do Fogo”. Cur’ane 67:10.

 RAMADAN

Nos minutos que antecedem à hora do iftar, devemos fazer duá (prece), pedindo a Deus tudo o que é bom para nós, para os nossos familiares vivos e falecidos e para a Umah em geral. Hazrat Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Há três tipos de pessoas cujas preces (duás) são aceites: 1)- o jejuador, na altura do iftar; 2)- o rei justiceiro; e 3)- o oprimido”.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

17/07/2013

OS POBRES E OS RICOS À PROCURA DA SATISFAÇÃO DO CRIADOR.

Abu Huraira, Que Deus esteja satisfeito com ele, relatou que os companheiros lamentaram ao Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam): “Ó apóstolo de Deus! Os ricos têm os altos graus de prestígio e prazeres permanentes (nesta vida e na vida futura), porque eles praticam as orações como nós as praticamos e se esforçam no caminho de Deus, como nós. E distribuem o excedente das suas riquezas na caridade e nós não temos nenhuma riqueza para gastar nesse sentido”. Ele disse: “Vou-lhes dizer algo que vos fará ultrapassar aqueles que se encontram à vossa frente (nesta acção) e também para os que virão no futuro e ninguém será capaz de vos igualar, a não ser aquele que fizer o mesmo que vocês. Essa acção é recitar depois de todas as orações: “Subhana Allah (Glorificado seja Deus) 10 vezes; Al-Hamdulillah (Louvado seja Deus) 10 vezes e Allahu Akbar (Deus é o Maior / Deus é Grande). Bhukari 75:341. O mesmo relato em Musslim refere que os pobres foram ter com o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) queixando-se de que os ricos se inteiraram do que aprenderam e para além de continuaram com as obras de caridade, também passaram a fazer o mesmo. O Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “É, mas daí advirá um prémio da parte de Deus, que o concederá a quem Lhe aprouver”. “…e Deus dá a provisão a quem quer, sem medida”. Cur’ane 24:38.

RAMADAN

 Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Quando alguém comeu ou bebeu, esquecendo-se que está de jejum, deve continuar o jejum até ao fim, porque (comendo ou bebendo por engano), significa que Deus lhe deu de comer e de beber.” Bukhari e Muslim. No entanto se alguém, sabendo que está de jejum, mas por engano da hora do iftar, comeu ou bebeu, antes da hora regulamentar, deverá repetir o jejum, depois de terminado o mês de Ramadan.   

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41.

18/07/2013

O PERDÃO DE DEUS, O MISERICORDIOSO

Abu Said al-Khudri (Radiyalahu an-hu), referiu que o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Entre os homens de Bani Israil (há muitos e muitos anos), havia um homem que havia assassinado noventa e nove pessoas. Fez perguntas a pessoas eruditas ou conhecedoras que aprenderam da vida, se podiam mostrar-lhe o caminho da salvação. (vivia ele numa localidade onde o crime e outros pecados eram comuns. Todo o ser humano, por mais pecador que seja, sente algum remorso no seu íntimo). Foi ter com um monge e perguntou-lhe se o seu arrependimento poderia ser aceite por Deus. O Monge (porque não tinha conhecimentos suficientes de ilm religioso para dialogar com as pessoas e porque só se dedicava à adoração), disse que Deus não o perdoaria. Após esta resposta negativa, matou o monge (para ele, matar 99 ou 100 pessoas seria o mesmo). No entanto, continuou a procurar uma resposta ao seu dilema, perguntando às pessoas da terra, até que o encaminharam para um estudioso. Perguntou-lhe se depois de ter morto cem pessoas, se haveria alguma hipótese do seu arrependimento ser aceite e assim ser perdoado? O sábio respondeu que sim, mas que seria bom para ele deixar a sua localidade, que era uma terra má e para se dirigir para uma outra onde as pessoas são mais piedosas, dedicadas à oração e à adoração a Deus. Poderia assim, dedicar-se à adoração na companhia deles.  Ele aceitou o conselho e deixou a sua terra natal. Mas depois de percorrer cerca de metade da distância que separa as duas cidades, acabou por morrer. Houve uma disputa entre o anjo da misericórdia (do perdão) e o anjo da punição: Quem o deveria levar? O anjo do perdão argumentou que o homem  se arrependeu a Deus, mas o anjo da punição disse que as suas acções foram sempre más. Deus, enviou um anjo na forma de um ser humano, a fim de servir de arbitro e recomendou aos dois anjos para medirem a distância entre as duas localidades e o local onde ele caiu morto. Após a medição, chegaram à conclusão de que a distância para a terra da virtude, para onde ele pretendia ir, era menor. Assim, o anjo do perdão o levou”. “Qatada (Radialahu an-hu), completou este hadice, referindo que o homem antes de morrer, gatinhou, arrastou-se e conseguiu  morrer mais perto da terra do perdão. Também é referido que Deus sabia que o homem morreu antes de atingir a outra metade; mas Ele, com a Sua infinita Misericórdia, encurtou a distância para a terra do perdão”. Muslim. Também em Bukhari.

RAMADAN

Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wasalam) disse: “ A pessoa que jejuar durante o mês de Ramadan, com fé e esperança de alcançar o beneplácito de Deus, ser-lhe-ão perdoadas as faltas”. Bukhari e Muslim.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

19/07/2013

O DIREITO DOS VIZINHOS

Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) foi perguntado: “Uma certa mulher pratica as orações prescritas e as facultativas toda a noite, jejua, actua de acordo, distribui Zakate, no entanto a sua língua, incomoda e magoa os seus vizinhos”. O Mensageiro de Deus disse: “Não há nada de bom nela. Ela é uma das pessoas do fogo do inferno”. E eles disseram: “Outra mulher pratica (só) as orações prescritas, oferece pedaços de coalhada como sadaqqa e não incomoda ninguém” O Profeta disse: “Ela é uma das pessoas do Paraíso”. Bukhari, Al-Adab al-Mufrad.

RAMADAN

Compartilhe o iftar com amigos, familiares e outros crentes e ganhe a satisfação de Deus. “Anas (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) visitou Saad Ibn Ubada (Radiyalahu an-hu). Este lhe ofereceu pão e azeite de oliva. O Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) comeu e disse: “aqueles que jejuam, quebraram o jejum contigo, os virtuosos comeram do teu alimento e os anjos suplicaram por ti”. Abu Daoud).

 Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

20/07/2013

 A DOR E O SOFRIMENTO – UM MEIO DE PURIFICAÇÃO

A dor e o sofrimento são uma espécie de purificação, um alerta e não como um castigo de Deus. Com a dor, refugiamo-nos em Deus, pedimos perdão e somos mais humildes. No dia do Juízo Final, o fardo dos nossos pecados será menor. Abdullah (Radiyalahu an-hu) referiu: “Eu visitei o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) durante a sua doença e ele sofria de febre altíssima. Eu disse: Ó Apostolo de Allah! Tu estás com uma febre elevada. Ele respondeu: “Sim. Eu tenho tanta febre, como duas pessoas como tu possam ter”. Eu disse: “Por isso que obterás uma dupla recompensa?”. O Profeta respondeu: “Sim, qualquer crente que seja afligido por qualquer dano, causado por doença ou por qualquer outro inconveniente, Deus irá remover os seus pecados, como uma árvore que perde as suas folhas”. Bukhari 70:564. “Procurai o auxílio (de Deus) na paciência (Sabr) e na oração: na verdade isto é difícil, excepto para os que têm um espírito humilde”. Cur’ane 2: 45.

RAMADAN

Incremente as orações nocturnas durante o mês de Ramadan. Aproveite para acordar antes da hora do Sheri / Suhur, para efectuar orações facultativas (Tahajjud) e fazer duah. Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que o Mensageiro de Deus (Salalahu Aleihi Wssalam) disse: “Quando as noites atingem o último terço, Nosso Senhor, o Louvado, o Altíssimo, vem todas as noites para o céu mais próximo de nós, e pergunta: “Está aí alguém que esteja a chamar-me, para que eu lhe possa responder? Está aí alguém que Me esteja a pedir para Eu lhe satisfazer o seu pedido? Está aí alguém procurando o Meu perdão, para que Eu o possa perdoar?” Bukhari 21:246

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41.

21/07/2013

A RECOMPENSA POR ALIVIAR O SOFRIMENTO DUMA CRIATURA.

Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) contou a passagem de um homem que estava a caminhar pela estrada e que ficou com muita sede. Então ele deparou-se com um poço e desceu nele e bebeu água. Ao sair do poço, viu um cão ofegante e lambendo a lama, devido à sede excessiva. Então ele disse para ele mesmo. “o cão está sedento tal como eu estava”. Então ele desceu ao poço e encheu o seu sapato com água e deu de beber ao cão. Allah, o Misericordioso e Perdoador, ficou agradecido por este acto e lhe perdoou. As pessoas perguntaram: “Ó Profeta de Deus! Existe alguma recompensa para nós, por servirmos os animais?”. Ele respondeu: “Sim, há uma recompensa em servir qualquer ser vivo”. Bukhari 73:38. E ainda referiu o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam: “Aquele que alivia o sofrimento do seu irmão, Deus o aliviará dos sofrimentos do Dia da Ressurreição. Aquele que encobre as falhas do seu irmão, Deus também irá esconder os seus defeitos na altura da Prestação de Contas”. Muslim.

RAMADAN

O jejum era uma prática regular dos nossos antepassados, muito antes da era Islâmica. Contudo, os métodos utilizados, eram diferentes daqueles que nos foram instituídos. “… É-vos prescrito o jejum, como foi prescrito aos vossos antepassados”. Cur’ane 2:183.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

22/07/2013

A MENTIRA

Abdullah referiu que o Mensageiro de Deus (Que a Paz e as Bênçãos de Deus estejam com ele) disse: “A verdade leva-nos ao Paraíso e a virtude leva ao Paraíso. A pessoa (habituada) a falar verdade é considerada como o verdadeiro (verídico, fiel). A mentira leva-nos para a obscenidade e a obscenidade leva ao inferno. A pessoa que diz mentiras é considerada como um mentiroso”. Muslim 32:6307.

A mentira é um acto reprovável por Deus. No entanto quem mentir com a finalidade de reconciliar  pessoas que andam de costas voltadas, não será considerado um mentiroso. Chamemos de “mentira doce”, que também é utilizado entre casais, com a única finalidade de se reconciliarem. Humaid B.Abd al Rahman b. Auf reportou que a sua mãe Umm Kulthum ouviu o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) dizer: “Não é mentiroso, aquele que tenta a reconciliação entre as pessoas e fala bem, a fim de evitar controvérsias. Ibn Shihab referiu que esta isenção (de falar mentira doce) não foi concedida em qualquer circunstância, mas somente em três situações: a) Na batalha; b) procurando a reconciliação entre pessoas; c) e as palavras do marido, para a mulher e as palavras da mulher, para o marido (de forma distorcida, mas com a finalidade de reconciliação entre eles). Muslim 32:6303.

O JEJUM E A VIAJEM

 Abu Sa’id Al Khudri relatou: “Nós viajávamos com o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) no mês de Ramadan, porém ele não criticava as pessoas que jejuavam nem as que não jejuavam” Tirmidhi. Durante a viagem, o crente pode optar por jejuar ou não jejuar. No entanto se o viajante tiver forças e saúde, será preferível jejuar. “Mas se jejuardes será preferível para vós, se quereis saber”. Cur’ane 2:184. Actualmente, viajamos com boas condições e sem grandes incómodos. Há 50 anos atrás, viajávamos com algumas dificuldades. Mas há centenas de anos atrás, as grandes viagens eram muito mais complicadas. É o exemplo dos peregrinos, que a pé, de barco e ou montados em animais, demoravam meses para chegarem a Maka, para cumprirem com o 5º. Pilar do islão. Outros ficavam pelo caminho (de Deus viemos e para Deus regressamos).

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41.

23/07/2013

 Ó ALLAH, LAVE O MEU CORAÇÃO COM A ÁGUA DA NEVE E GRANIZO!

Aisha (Radiyalahu an-ha) referiu que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) costumava dizer a seguinte súplica: “Ó Allah, eu busco refúgio em Ti, da aflição do fogo, do castigo do fogo, da aflição da sepultura, dos castigos da sepultura e o mal da aflição da pobreza. Ó Allah, eu busco refúgio em Ti, do mal e da aflição causado pelo Al-Masih ad Dajjal (falso profeta que aparecerá antes de Yawmul Qiyamah – Dia da Ressurreição). Ó meu Deus, lave o meu coração com a água da neve e granizo e limpe o meu coração de todos os pecados, como uma peça de roupa branca é limpa da sujeira e que haja uma distância muito longe entre mim e os meus pecados, como Tu fizestes o Oriente e o Ocidente longe um do outro. Ó Allah, eu refugio-me em Ti da preguiça, dos pecados e das dívidas”. Bukhari 75:388.

RAMADAN

O Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) observava jejuns voluntários (nafl) em  dias seguidos e as pessoas pensavam, de que ele assim continuaria jejuando para sempre. Depois deixava de jejuar, durante dias e então pensavam, de que ele não iria jejuar mais. Durante o mês de Shabaan, jejuava quase todo o mês e pensavam, de que ele iria jejuar todo o mês. Somente no mês de Ramadan é que jejuava o mês inteiro.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

24/07/2013

DUAH – PRECE.

Comece e termine as suas súplicas com o seguinte duah: “RABBANÁ ÁTINÁ FÍ DDUNIÁ HASSANATAM WUA-FIL ÁHIRATI HASSANATAM WUAQUINÁ ÃZÁBAL NNARI” Cur’ane 2:201 (Nosso Senhor, conceda-nos o bem neste mundo e na vida futura e salve-nos dos castigos do fogo do inferno).

رَبَّنَآ اٰتِنَا فِى الدُّنۡيَا حَسَنَةً وَّفِى الۡاٰخِرَةِ حَسَنَةً وَّ قِنَا عَذَابَ النَّارِ‏

Hazrat Anas (Radyialahu an-hu), dissse que o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) usava este duá centenas de vezes. Começava e terminava as preces com o mesmo duá.

Este duá é utilizado também durante o tawaaf – (acto ou efeito de circundar a Caaba – Casa de Deus, durante a peregrinação a Maka, no Umra e no Haje). Este será o duah mais utilizado em todo o mundo.

RAMADAN

O Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) tinha por hábito jejuar  às segundas e às quintas-feiras., em qualquer mês do ano. Também recomendava as pessoas jejuarem 3 dias por mês. Referiu que quem jejuar  6 dias de Shawal, é como tivesse jejuado todo o ano. Jejuava e recomendou para assim fazerem nos dias de grande significado religioso, como por exemplo no dia de Arafa e no décimo dia de Muharram (Ashura). O Profeta (Salalahu Aleihi Wasslam) proibiu os seus Sahabas (Radiyalahu an-huma) de jejuarem continuadamente todo o ano. Recomendou que quem pretendesse fazer jejuns facultativos, o poderia fazer, mas descansando depois vários dias.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41.

25/07/2013

A GENORISIDADE E A HOSPITALIDADE

O exemplo do Profeta Ibrahim (Aleihi Salam): “Tens ouvido (ó Mensageiro) a história dos honoráveis hóspedes de Abraão? Quando se apresentaram a ele e disseram: “Paz! Respondeu-lhes: Paz! (e pensou): “São pessoas desconhecidas. E voltou-se rapidamente até os seus e trouxe (na volta) um bezerro cevado, que lhes ofereceu…Disse (ante a hesitação deles): Não comeis?” Cur’ane 51:24.27 Abraão e Sara receberam a visita de 3 estranhos. Ibrahim que gostava de receber pessoas, ofereceu-lhes alojamento e alimentação. Aborrecido, viu que os visitantes não tocaram na comida que tinha sido preparada especialmente para eles. Eles o tranquilizaram e informaram de que eram anjos que tinham sido enviados por Deus, para destruírem Sodoma, pelos pecados cometidos pelo seu povo. Os anjos deram uma boa nova a Abraão e disseram que sua esposa já idosa dará um filho. Sara e Ibrahim se alegraram com esta boa nova.

RAMADAN

Aproveitemos o mês de Ramadan, o mês da reconciliação, para fortalecer os nossos laços familiares. Aproveitemos também para fazer as pazes com aqueles que nos ofenderam. “Perdoa-os generosamente”. Cur’ane 15:85. Seja o primeiro a pedir desculpas. Uma das dificuldades do ser humano é pronunciar a palavra “desculpa-me”. Ajude também a reconciliação de dois irmãos que não se falam há muito. “Sabei que os crentes são irmãos; reconciliai, pois, entre vossos irmãos”. Cur’ane 49:10

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

26/07/2013

Nomes de Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam)

Junair bin Mutim (Radiyalahu an-hu) referiu que ouviu do Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) dizer: “Eu tenho cinco nomes: Eu sou Muhammad e Ahmad, eu sou Al-Mahi, através de quem Deus irá eliminar a infidelidade, eu sou Al.Hashir que será o primeiro a ser ressuscitado, os outros serão ressuscitados depois e eu também sou Al-Aqib (isto é, não haverá outro profeta depois de mim)”. Bukhari 56:732.

RAMADAN – i’tikaf

A pessoa que permanece na Mesquita com a intenção de i’tikaf, é igual à pessoa que se dirigiu a um sítio e não sai de lá enquanto não obter o pretendido. A recompensa do i’tikaf é enorme, pois o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) sempre o praticou. Estamos habituados a associar o i’ticaf à permanência dos crentes nas Mesquitas, durante os últimos 10 dias do mês de Ramadan. No entanto, o i’ticaf também pode ser praticado em qualquer altura do ano, por períodos longos ou curtos.

 Era prática do  Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam), efectuar o i’tikaf nos últimos dias do mês de Ramadan. Ele referiu, segundo Hazrat Ibn Abbás (Radiyalahu an-hu): “A pessoa que efectua o i’ticaf, permanece livre dos pecados e na verdade, é recompensada igualmente como aquele piedoso que praticou boas acções (apesar de não as ter praticado), simplesmente por  ter permanecido no Masjid (Mesquita). As recompensas são imensas, porque no i’tikaf (dentro da mesquita), afastamos do nosso íntimo, as preocupações diárias e dedicamo-nos com alma e coração à recordação de Deus.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

27/07/2013

REFORÇO DOS LAÇOS CONSANGUÍNEOS

 Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Quem crê verdadeiramente em Deus e no Último Dia deve ser generoso com os seus convidados; quem crê em Deus e no Último Dia, deve cuidar dos seus laços consanguíneos e quem crê em Deus e no Último Dia deve falar correcta e brandamente, ou ficar calado”. Bukhari e Muslim.

RAMADAN

Para aqueles que já partiram deste mundo, e que  não têm possibilidades de pedir perdão e de amealhar recompensas, faça-o por eles. Peça a Deus, mas peça muito por eles. “…Ó Senhor nosso, perdoa-nos, assim como também aos nossos irmãos que nos precederam na fé”. Cur’ane 59.10. Faça caridade em memória deles. Recite yacin e faça duá (prece). Se tiver possibilidades financeiras, mande publicar livros religiosos em sua memória. Auxilie escolas onde estudam crianças pobres. Visite os cemitérios, as sepulturas e lembre-se de que um dia, também será um dos residentes. Buraida (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) ensinava as pessoas que iam visitar os cemitérios a recitarem a seguinte prece: “Que a Paz de Deus esteja convosco, moradores deste lugar, crentes e muçulmanos. Se Deus quiser, breve estaremos convosco. Imploro a Deus o perdão para nós e também para vós”. Muslim.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

28/07/2013

 MUAZIM – O QUE CHAMA PARA A ORAÇÃO

 Muawiya (Radiyalahu an-hu) referiu que ouviu de Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) dizer: “No Dia da Ressurreição, os muézins (que fazem o chamamento para as orações) terão os pescoços mais grossos do que o resto das pessoas – e merecerão mais que os outros a Misericórdia de Deus!”. Muslim.

RAMADAN

 O Ramadan é também o mês do auto controle. Treinemos os nossos membros do corpo para se controlarem na altura de agirem. “…que controlam a sua cólera e são indulgentes para as pessoas – e Deus ama os benfeitores”. Cur’ane 3:134. Arrefeçamos a fúria, a cólera. Controlemos a vista e a língua – uma palavra mal proferida, pode provocar um grave incidente. Limpemos a alma, limpemos os nossos pensamentos, limpemos os nossos sentimentos, tornando-os mais puros, mais humildes. “Do teu ouvido, da tua vista e do teu coração, de tudo isto serás responsável”. Cur’ane 17:36.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41.

29/07/2013

RECITAÇÃO DO CUR’ANE

Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que o Mensageiro de Deus (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Sempre que e quando um grupo de pessoas se reúne em uma das Casas de Deus, recitam o Livro de Deus e o estudam, descerão sobre eles o sossego e a tranquilidade e ficarão cobertos da Misericórdia e rodeados de anjos: além disso, Deus os mencionará para aqueles que se encontrarem na Sua presença”. Muslim.

RAMADAN

 O Ramdan é o mês da fraternidade e da caridade. Ajudemos os mais necessitados. Nas nossas localidades, há sempre alguém que espera por uma mão direita generosa. Abramos o nosso coração e os “cordões da nossa bolsa”. É o mês em que os muçulmanos devem ter o suficiente para o iftar e para o suhur. Mesmo que não tenhamos possibilidades financeiras para isso, participemos na angariação de fundos e de géneros alimentícios para distribuição a quem mais precisa. “Aqueles que (em caridade) gastam das suas riquezas, de dia e de noite, em segredo e em público, terão a sua recompensa junto do seu Senhor; e não sofrerão de temor, nem de preocupações”. Cur’ane 2:274.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

30/07/2013

SÚPLICA PARA O FALECIDO

 Auf Ibn Malik (Radiyalahu an-hu) referiu que certa ocasião, o Mensageiro de Deus (Salalahu Aleihi Wassalam) encabeçou uma oração (fúnebre) e dele aprendeu as súplicas que fazia: “Deus meu, perdoa-o e tem Misericórdia dele! Absolve-o, sê indulgente para com ele e eleva-lhe de posto no Paraíso! Faze com que sua tumba seja ampla e lava-o com água (pura), neve e granizo! Retribui-o com uma casa melhor que a sua! Faça-lhe entrar no Paraíso e livra-o dos tormentos da sepultura e do inferno!” Auf Ibn Málik referiu mais: “ao ouvir essas súplicas, desejei que o morto tivesse sido eu!” Muslim. (SubhanaAllah)!

RAMADAN

Neste mês de Ramadan façamos algo, que nos possa beneficiar. Não deixemos passar este mês sagrado sem obter as recompensas. Será que o encontraremos no ano seguinte? Certa vez, Jibrail (Aleihi Salam), fez 3 preces e para cada uma delas, o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) respondeu com “Amin”: Numa das preces, pediu o seguinte: “Seja afligida com mágoa aquela pessoa que encontrou o mês de Ramadan, um mês cheio de bênçãos e deixou-o passar sem ganhar o seu perdão”. Relato de Kaab Ibn Ujra (Radiyalahu an-hu).

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41.

31/07/2013

 SALAM – SAUDAÇÃO DA PAZ

Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) narrou que o Mensageiro de Deus (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Quando um de vós chegar a uma reunião, que dê a saudação de Paz; e quando quiser ir embora, que dê também a saudação de paz, porque o primeiro desejo de paz não tem propriedade sobre o último”. Bukhari e Muslim.

RAMADAN – SADACATUL FITRE

O Sadacatul Fitre (contribuição destinada aos carenciados para passarem com alguma dignidade o Idul-Fitre – festa do final do Ramadan), é obrigatório para os  muçulmanos financeiramente  capazes. O responsável pelo agregado familiar, deve pagar pelos seus dependentes (filhos, esposa e outros a seu cargo). O valor deve ser entregue antes da oração de Idul Fitr, de modo a facilitar que os necessitados possam também preparar-se para os festejos do Ide. Se a contribuição for entregue depois, deixa de constituir o Sadacatul Fitre e passa a ser um simples sadacah. O Sadacatul Fitre é também um meio purificador dos nossos jejuns.

Para além de cumprir com aquela obrigação, dentro das possibilidades, contribua generosamente para que uma ou mais famílias possam ter na mesa do almoço do Idul Fitre, um pouco daquilo que vai ter na sua casa. 

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

01/08/2013

LAILATUL KADR – NOITE DO PODER

“EM NOME DE DEUS, O BENEFICENTE E O MISERICORDIOSO: – NA VERDADE NÓS REVELAMOS ESTA (MENSAGEM) NA NOITE DO PODER. O QUE É QUE TE FARÁ CONHECER O QUE É A NOITE DO PODER? A NOITE DO PODER É MELHOR DO QUE UM MILHAR DE MESES (de 83 anos e 4 meses). OS ANJOS E O ESPÍRITO DESCEM, ENTÃO, COM A PERMISSÃO DO SEU SENHOR, COM TODOS OS DECRETOS. ESSA NOITE É DE PAZ ATÉ AO ROMPER DA AURORA.”  – Cur’ane – Surat 97.

Hazrat Anas (Radiyalahu an-hu), referiu que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Na verdade, chegou um mês perante vós, no qual existe uma noite melhor do que mil meses. Aquele que perder uma noite destas, na verdade, ficou privado de todos os bens, e ninguém ficará privado, excepto aquele que é infortunado.”

 Hazrat Aisha (Radiyalahu an-há) relatou: “Eu disse; Ò Mensageiro de Deus (Salalahu Aleihi Wassalam), se me encontrar na Lailatul Kadr (Noite do Poder), que prece devo efectuar? O Profeta respondeu: “Diz Allahumma Innaka Afuwwun Tuhibbul Ãfwa Fa’fu anni – Ó Allah, na verdade, És Perdoador, gostas de perdoar, por isso perdoa-me.”

اللَّهُمَّ إِنَّكَ عَفُوٌّ تُحِبُّ الْعَفْوَ فَاعْفُ عَنِّي

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

02/08/2013

O PERDÃO E A RECOMPENSA

“…Nenhuma alma receberá outra recompensa que não for a merecida; e nenhum pecador arcará em culpas alheias…”. Cur’ane 6:164. Nenhuma pessoa será prejudicada, carregando o fardo alheio. Cada um responderá pelos seus pecados e ninguém será defraudado. O bem para quem praticou o bem e o mal para quem se desviou da verdade. “Quem praticar o bem, será em benefício próprio; quem praticar o mal, o fará em seu detrimento. Logo retornareis ao Vosso Senhor”. Cur’ane 45:15. Esta será a justiça de Deus, que ocorrerá no Dia da Ressurreição.

RAMADAN

Segundo o relato de Ibn Abbass (Radiyalahu an- hu), quando o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) chegou à cidade de Madina, viu os  judeus jejuando no dia de Ashuurá e perguntou os motivos. Foi-lhe respondido. “Este é o dia em que Deus salvou dos seus inimigos, o Profeta Mussa, Aleihi Salam (Moisés) – Que a Paz de Deus esteja com ele – e os seus seguidores. Então Mussa, como agradecimento a Deus, jejuou neste dia. O Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Nós temos mais direitos sobre Mussa (Que a Paz de Deus esteja com ele) do que vós e somos mais próximos dele do que vós.” Então o Profeta jejuou neste dia e ordenou os seus Sahábas – Companheiros (Radiyalahu an-huma – Que Deus esteja satisfeito com eles) para fazerem o mesmo. (Musslim).

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41.

03/08/2013

PEDIR BÊNÇÃOS PARA O PROFETA (SAW)

“Na realidade, Allah e os Seus anjos, derramam bênçãos sobre o Profeta: Ó vós que credes, pedi bênçãos para ele e saudai-o com respeitosa saudação”. Cur’ane 23:56. Quando cumprirmos com esta exortação do nosso Criador, também somos beneficiados com a multiplicação das recompensas, segundo o relato de Abdullah b. Amr b. al-As: “O Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Quando ouvirem o muazin (chamamento para a oração), repitam o que ele diz e invoquem uma bênção para mim. Quem invocar uma bênção para mim, receberá de Allah, DEZ BÊNÇÂOS. Depois peçam a Allah al-wasila para mim, que é o grau mais elevado do paraíso, somente destinado a um dos servos de Deus e eu espero que possa ser eu. Quem solicitar al-wasila para mim, terá a garantia da minha intercessão”. Muslim.

RAMADAN

Durante o Mês de Ramadan, o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) tinha por hábito fazer jejuns ininterruptos (saum wisal) e proibiu os sahabas de o fazer. Quando foi interrogado porque podia ele fazer e eles não, respondeu: “Eu não sou como vocês, o meu Senhor me provisiona de beber durante a noite em que eu fico nesse estado”.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

04/08/2013

AFASTAI A VOSSA FAMILIA DO FOGO DO INFERNO

Nas nossas preces, devemos pedir a Deus para manter os nossos filhos e esposas, no caminho da verdade, da moral e da boa conduta. “Rabbaná hab laná min az wá jiná wa zurriátiná kurrata ã-iu-ninn waj-ãlná lil mutaquína imama” Cur’ane 25:74. ”Ó Senhor nosso, abençoa-nos com esposas e filhos, que possam ser o conforto para os nossos olhos e faze de nós líderes dos justos”. “conforto para os nossos olhos” significa que os seus olhos possam vê-los envolvidos no cumprimento dos mandamentos de Deus. Que também os possam vê-los com saúde e bem-estar. O melhor consolo para seus olhos, é vê-los obedientes a Deus e ao Seu Mensageiro. Assim eles são os verdadeiros líderes para as suas famílias, porque se preocupam com a salvação dos seus e os aconselham o bem. “Ó vós que credes! Afastai-vos vós mesmos e as vossas famílias do fogo, cujo combustível são os homens e as pedras.” Cur’ane 66:6.

RAMADAN

O Profeta (Salalahu Aleihi Wasslam) proibiu os seus Sahabas (Radiyalahu an-huma) de jejuarem continuadamente todo o ano. Recomendou que quem pretendesse fazer jejuns facultativos, o poderia fazer, mas descansando depois vários dias. Para os que insistiam competir com ele, nos jejuns seguidos, recomendava prudência e referia o Jejum do Profeta Daúde (Aleihi Salam), David, que a Paz de Deus esteja com ele, que jejuou um dia e descansou outro, sendo este o melhor jejum.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41.

05/08/2013

SER PACIENTE MESMO QUE…

Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que um homem disse; “Ó Mensageiro de Deus (Salalahu Aleihi Wassalam), tenho familiares com os quais sempre cuido-os com generosidade, mas eles me maltratam; sou indulgente e compreensivo para com eles, mas eles são malévolos e intransigentes para comigo”. O Mensageiro de Deus (Salalahu Aleihin Wassalam) disse: “Se é assim tal como me contas, seria como se te fizessem engolir cinza escaldante; porém, desde que te mantenhas assim, Deus te dará o Seu apoio e te protegerá deles”. Muslim.   

– SHAWWAL

De acordo com o relato de Abu Ayyub al-Ansari (Radiyalahu an-hu), o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) referiu: “Todo aquele que jejuou durante o mês de Ramadan e de seguida observou 6 dias de jejum de Shawwal, é como tivesse jejuado todos os dias. – Muslim, Livro 6 – Hadice 2614.

Não é obrigatório, mas é recomendável fazer os 6 dias de jejum. Dependerá da disponibilidade,  saúde e entusiasmo de cada um. De preferência, os 6 dias devem ser seguidos. No caso de impossibilidade, podem ser observados alternados ou não, mas durante o mês de Shawwal.

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41.

06/08/2013

– EID MUBARAK – IDUL FITR –

Hambani, Hambani iyá Ramadan (Língua local Moçambicana) (Adeus, Adeus, ó Ramadan). Tu virás outra vez para o ano, mas nós não sabemos se te vamos encontrar!

Após um mês inteiro de sacrifício, a jejuar e a incrementar as orações , Deus, o Altíssimo, concedeu-nos o Idul Fitr, (festa religiosa em comemoração do final do mês de Ramadan). É um dia de alegria, comemorado pelos muçulmanos, começando por dirigirem-se à Mesquita para a oração. Nesse dia, Deus pergunta aos anjos: “Qual deve ser a recompensa daqueles servidores que cumpriram o serviço deles devidamente?” Os anjos respondem: “Ó nosso Senhor e Mestre! Na verdade eles devem receber toda a recompensa por completo. Aí Allah diz.  “Eu testemunho-vos, ó anjos, por eles terem jejuado para Mim durante o mês de Ramadan e por terem ficado em pé nas orações nas noites, Eu lhes garanti como recompensa a Minha satisfação e lhes garanti o perdão”.

ALLÁHU  AKBAR   –  ALLÁHU AKBAR. LÁILAHA  IL – LALLÁHU. WALLÁHU  AKBAR. ALLÁHU  AKBAR.  WALIL – LÁHIL – HAMD.

Allah é o Maior. Allah é o Maior. Não há outra divindade excepto Allah e Allah é o Maior, Allah é o Maior e todos os louvores pertencem só a Allah.

Segundo Anas Bin Malik (Radiyalahu an-hu), no dia de Idul Fitr, o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam), não saía de casa sem comer algumas tâmaras. Anas acrescentou, que as tâmaras consumidas eram de número impar.- Bukhari.

Nas orações de Idul-Fitr e de Idul-Adhá, não há azan nem ikhamah (chamamento para a oração). Não há também qualquer oração facultativa entre as orações de Fajr e dos Ides. Primeiro realiza-se a oração e depois o Khutbá (ao contrario da oração de Juma). Não é permitido jejuar nos dias de Ide – Bukhari.

Segundo o referido no Bukahri, o crente que pretenda dirigir-se para efectuar a oração de Ide, deve ir por um caminho e regressar noutro. Outra recomendação do Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam), é o de vestir a melhor roupa e de utilizar o melhor perfume.

Nesse dia festivo, os crentes cumprimentam-se, pedindo a Deus que aceite todos os actos de adoração praticados durante o mês de Ramadan. Utilizando uma recomendação feita há mais de 1.400 anos, distribuam prendas entre vocês. De pais para filhos de filhos para pais, entre vizinhos e amigos, vamos comemorar este Ide que se aproxima, aumentando a nossa  amizade e harmonia. É isso também o que o Islam nos ensina – a paz e a irmandade entre as pessoas. As prendas devem ser úteis e não necessariamente dispendiosas. Também é uma prenda o cumprimento, um abraço efusivo entre amigos, um sorriso, um telefonema para os familiares e amigos que se encontram distantes. Segundo o nosso Profeta Muhammad (Salalahu Alei Wassalamo), dar prendas, aumenta e fomenta a amizade entre os muçulmanos. Segundo Aisha (Radiyalahu an-há), o Profeta (Salalahu Aleihu Wassalam) aceitava prendas e em retribuição, também dava prendas. – Bukhari. 

Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. 14:41.

07/08/2013

 FINAL DO MÊS DE RAMADAN

 Em relação aos restantes meses do ano, o mês de Ramadan é uma altura muito especial, que nos motiva e incentiva para dedicarmos mais tempo, a fim de cuidarmos e alimentarmos a nossa alma. O Ramadan alerta-nos para o nosso relacionamento com o Criador e abana as nossas consciências. É um verdadeiro milagre que acontece a cada um de nós. Fazemos sempre algo mais, em relação aos restantes meses. É sempre muito, mesmo para aqueles que durante o ano se esquecem das suas obrigações religiosas ou para aqueles que o são regulares. Se procuras o teu Criador, O encontrarás Misericordioso. Se O esqueceres, Ele espera que te recordes Dele. “E quando te esqueceres, lembra-te do Teu Senhor….” Cur’ane 8:24. Uns e outros acrescentam sempre algo de virtuoso neste mês. Mas depois de finalizado o mês e após a festa do Idul Fitr, muitos de nós voltamos à situação anterior, não damos continuidade às virtudes praticadas e esperamos pelo próximo Ramadan. Outros, por cada ano que passa, aprendem mais, que depois utilizam nos momentos diários de ibadat (adoração). O ontem passou e quem o aproveitou, alimentou mais a alma. O presente é hoje, que também devemos aproveitar, porque não sabemos, se amanhã teremos capacidade, saúde ou vida para melhorarmos a situação em que nos encontramos. A alma, tal como o corpo, necessita de ser alimentada, continuamente.

 “Pela gloriosa luz da manhã e pela noite quando serena, O teu Senhor não te abandonou, nem te odiou” Cur’ane 93:1,2,3.

 Quando o Ramadan termina, o crente suplica a Deus, com sinceridade, para que possa viver, pelo menos, mais um ano, a fim de beneficiar das bênçãos do próximo Ramadan. Ele sabe que é nesse mês que consegue incrementar as suas acções meritórias, em relação aos restantes meses do ano. Assim, rogamos a Deus para que aceite o nosso pedido, a fim de termos a Sua  Misericórdia. Se entretanto morrermos e não alcançarmos o objectivo pretendido, pedimos a Deus para ter piedade da nossa alma. “Rabanná Wa Takabaal Duãi”. 14:40 – “Ó Nosso Senhor, aceitai a nossa prece”.

Terminam assim as mensagens enviadas ao longo deste mês sagrado, com o título “Jejum , um alimento para a alma”. Que Allah, nosso Senhor e Criador, me permita viver pelo menos mais um ano, para que no próximo Ramadan, possa enviar outras mensagens semelhantes.

“Wa ma alaina il lal balá gul mubin”  “E não nos cabe mais do que transmitir claramente a mensagem”. Surat Yácin 3:17

 “Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41

“Wa Áhiro da wuahum anil hamdulillahi Rabil ãlamine”. E a conclusão das suas preces será: Louvado seja Deus, Senhor do Universo!”. Cur’ane 10.10.

Abdul Rehman Mangá

08/08/2013

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s