RAMADAN COM O PARAÍSO ABERTO E O CHEITANE ACORRENTADO

RAMADAN COM O PARAÍSO ABERTO E O CHEITANE ACORRENTADO.

Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Quando chega o Ramadan, abrem-se as portas do Paraíso e fecham-se as portas do inferno e os demónios ficam acorrentados”. Bukhari e Muslim.

Este hadice indica-nos a superioridade do Ramadan, um mês cheio de bênçãos e de recompensas. Mas porque presenciamos pecados cometidos por alguns dos nossos irmãos de fé? O Ramadan é um convite para nos aproximarmos a Deus, porque passamos o resto do ano preocupados com os nossos problemas. Ninguém é excluído, todos beneficiam, excepto aqueles que se auto excluem.

O cheitane persegue-nos durante toda a nossa vida. Iblis foi um dos génios mais pertos de Allah Subhanahu Wataala, mas caiu em desgraça e foi expulso por recusar a ordem Divina de se prostrar perante Adam (Aleihi Salam). Por isso e por inveja, não se cansa de procurar companhia para o inferno. Não admira que utilize os seus vastos conhecimentos para nos atormentar. E os menos acautelados, acabam por cair na armadilha.

O ser humano tem vários inimigos, nomeadamente: 1) o cheitane, 2) o “EU” e 3) as más companhias. Durante o mês de Ramadan Allah, o nosso Protector, “acorrenta” os cheitanes. No entanto, os outros demónios, associados ao “EU”, podem continuar activos. Se o “EU” não fez o jejum, ou se não o fez convenientemente, ou sem justificação não faz o jejum, como é que os seus demónios o podem deixar livre? Encontrarão um coração enfraquecido com a moral e a fé no mais baixo nível. Por isso, o “EU” não pode justificar os seus pecados, com o argumento de que o cheitane conseguiu soltar-se e o desencaminhou! Essas pessoas são “surdas, mudas e cegas” (Cur’ane 2:18), porque não “ouviram” as correntes a “fecharem-se”, não recitaram o Cur’ane, não louvaram a Deus, não incrementaram as orações, não pediram perdão e a beleza do Ramadan lhes passou ao lado.

O Jejum é um verdadeiro escudo de protecção. Quanto maior for o cumprimento das etiquetas do jejum do Ramadan, o crente aumentará a fé, estará mais próximo de Deus e os cheitanes terão poucas oportunidades de o desviar. O Takwa, o temor ao Criador o fará estar mais alerta, fará mais caridade e preocupar-se-á consigo próprio e com o seu semelhante. Na verdade, a fé consegue mover montanhas, consegue transformar dificuldades em facilidades. Abençoado o mês de Ramdan!

Allah com a Sua infinita Misericórdia manda fechar as portas do inferno e mantém as do Paraíso abertas. Tal é a santidade do mês de Ramadan! No entanto, devemos analisar estas palavras como incentivo para aproveitarmos esta oportunidade anual. Muhammad ﷺ disse:Quando alguém jejua com a intenção de agradar a Deus, ele se afasta do inferno, por uma distância equivalente a 70 anos de viagem”. Bukhari. As portas abertas são para aqueles que se preocupam em aproveitar o mês, porque sabem que por mais insignificante que seja uma boa acção, a recompensa será multiplicada, tendo em conta o abençoado mês. Allah nos convida para “um paraíso cuja amplitude é igual à dos céus e da terra, preparado para os tementes”. Cur’ane 3:133. Por terem jejuado, entrarão por uma porta do Paraíso denominada “Al Raiyan”.

Infelizmente para aqueles que não souberam aproveitar o mês de Ramadan, as portas do inferno continuarão abertas. Mas a Misericórdia de Deus está sempre aberta para aqueles que se arrependem e se voltam para Ele. Allah é Justo e não defraudará ninguém. Cada um colherá o que semeou na terra. O Paraíso é verdade e o inferno também é verdade. Ambos terão residentes. Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) contou: “Havia uma disputa entre o inferno e o paraíso. O inferno disse: ”O arrogante e o orgulhoso encontrarão em mim, a sua morada”. E o paraíso disse: “Os afáveis (gentis) e os humildes serão os meus moradores”. Então, Deus dirigindo-se ao inferno, disse: “Tu serás o meio da Minha punição para os Meus servos, a quem Eu quiser”. E para o paraíso disse: “Tu és só a Minha Misericórdia, com a qual Eu mostrarei a quem Eu quiser; E cada um  de vós estará cheio”. Muslim.

Glorificado o Senhor do Reino da Terra e dos Céus. Glorificado o Possuidor de Honra, Magnificência e Temor, Poder, Grandeza e Omnipotência. Glorificado é o Soberano, o Eterno, que não dorme nem morre. O Glorioso, o Sagrado, o nosso Senhor e o Senhor dos Anjos e da Alma. Ó Allah salva-nos do fogo (do inferno). Ó Protector, ó Protector, ó Protector. (Duah de Tarawi).

ALLAHU NURO SAAMÁ WÁTI WAL ARDH. “ALLAH É A LUZ DOS CÉUS E DA TERRA”. Wa ma alaina il lal balá gul mubin” “E não nos cabe mais do que transmitir claramente a mensagem”. Surat Yácin 36:17. “Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41.  “Wa Áhiro da wuahum anil hamdulillahi Rabil ãlamine”. E a conclusão das suas preces será: Louvado seja Deus, Senhor do Universo!”. 10.10.

Abdul Rehman Mangá

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s