ALHAMDULILLAH – MAIS UM MÊS DE RAMADAN

ALHAMDULILLAH – MAIS UM MÊS DE RAMADAN!

ALLAHU NURO SAAMÁ WÁTI WAL ARDH. “ALLAH É A LUZ DOS CÉUS E DA TERRA. Louvado seja Allah (Subhanahu Wataala), Senhor e Sustentador dos mundos. Louvado seja Allah, com a Sua infinita Misericórdia, iniciamos mais um mês de Ramadan para alimentarmos a nossa alma. A Paz e as Bênçãos para Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam), o selo da profecia. A Paz de Allah esteja com todos os Profetas (Aleihi Salam). A Paz de Allah esteja com todos os crentes.

“Ó vós que credes. É-vos prescrito o jejum, como foi prescrito aos vossos antepassados, para que possais ser tementes a Allah”. Cur’ane 2:183.

Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “As pessoas mais próximas de mim, são os Muttaquin – as pessoas com Taqwá – os tementes a Deus”. (Ahmad). O que é um Muttaquin? É aquele que passa por este mundo com muito cuidado para não cair em tentações e pecados. E o jejum nos ajuda a sermos mais Muttaquin! O Ramadan é o mês de Taqwa e de Tawbah (perdão), é o mês em que existe uma noite superior a mil meses (em recompensas).

Agradecemos a Allah, que dá a vida e a morte, pela oportunidade de mais uma vez, recebermos o mês de Ramadan, para aumentarmos a nossa fé e alimentarmos a nossa alma. Façamos deste Ramadan como se fosse o último das nossas vidas. Pensemos naqueles que já partiram para a derradeira jornada de “regresso” ao Criador. Pensemos também que mais cedo ou mais tarde, as nossas acções (boas ou más) também terminarão. Mas porque queremos continuar a lavar os nossos pecados, pedimos Àquele que dá a vida e a morte, para nos conceder não só mais um, mas muitos mais Ramadan. Ameeen.

O Ramadan é fome e sacrifícios, mas sentimos uma enorme felicidade por estarmos a jejuar, porque Allah transforma essas dificuldades em facilidades. Para os Muttaquin, as portas do Paraíso são abertas e as portas do inferno são fechadas. Mas também sentimos uma imensa tristeza por vermos outros a quem o nosso Criador lhes deu o islam, mas que passam o mês indiferentes às oportunidades de se redimirem. Ó Allah, Tu és o Guia de todos os teus servos, não deixes que eles se afastem de Ti, porque cada ano nas suas vidas, os corações vão-se endurecendo. “… Ai daqueles cujos corações estão endurecidos na recordação de Allah …”. Cur’ane 39.22. Ficamos tristes por não vermos o islam em alguns muçulmanos.

Façamos as nossas orações como se fossem as últimas da nossa existência. Com humildade e sem pressas, aproveitemos este mês para melhorarmos a nossa “conversa” com Deus. Aproveitemos para fazer as orações facultativas porque neste mês sagrado, elas valem uma imensa fortuna. “venham para a oração, venham para a felicidade”. É o muezin a chamar os seus irmãos para o diálogo com Allah. E como é Glorioso o nosso Senhor. Prolonguemos o sujud (a prostração), por ser a posição mais humilde perante o nosso Criador. Subhana Rabbiyal Ã-láToda a Glória para o nosso Senhor, o Altíssimo. E Allah ouve aquele que O louva. Na verdade Ele é o Clemente, o Misericordioso.

Muhammad, o Mestre dos mestres (ﷺ), preocupado com os seus seguidores disse: “Proteja os teus bens com Zakat. Cure a tua doença com Sadaka. Evite calamidades com duah”. Subhanallah! Este é um ensinamento que devemos aproveitar na nossa vida, em especial no mês de Ramadan. Perguntaram a um piedoso porque fazia tanta caridade e ele respondeu que quando chegar a hora da partida, toda a sua riqueza ficará e nada levará senão um pano branco para lhe cobrir a nudez! O Zakat e o Sadaka, são meios de purificação da nossa riqueza. Depois de cumprirmos com esta obrigação, o que nos restar, Allah, o Sustentador fará com que seja mais do que suficiente para a nossa subsistência e até aumentará o nosso rizk. Neste mês, estas dádivas têm um imenso efeito multiplicador. Transformamos o dinheiro e outros bens em verdadeiras recompensas para a nossa vida no Akhirat. Uma boa acção pode parecer insignificante, mas perante Allah, ela tem um grande valor.

Duah é outra forma de diálogo com Allah, o Agraciador e o Sustentador. O duah é também uma forma de ibadate (adoração). As orações e as preces são expressões do coração. Inclinemo-nos com humildade perante o nosso Senhor e Criador implorando o perdão, não esquecendo os que já partiram. “…Ó Senhor nosso, perdoa-nos, assim como também aos nossos irmãos que nos precederam na fé”. Cur’ane 59.10. Antes da hora de iftar, é um dos momentos em que Allah aceita o duah do jejuador. “Allahumaghfirli yá Arhama Ráhimin”. Ó Allah, perdoa-me e tenha pena de mim, ó Tu mais Misericordioso de todos os que mostram misericórdia!

O Ramadan é o mês do Cur’ane. A maior parte dos muçulmanos não tem o árabe como língua materna e só aprenderam a ler o Livro Sagrado, sem o perceber. Aproveitemos para conhecer o significado dos versículos, recorrendo às traduções, como forma de aumentarmos os nossos conhecimentos acerca das Palavras de Deus e da nossa religião.

No mês de Ramadan, devemos incrementar a recordação a Deus, por exemplo, através do Zikr. La ilaha illa Allah – Não há outra divindade, senão Allah, é um dos melhores louvores a Deus. La ilaha illa Allah será a luz que iluminará a escuridão das nossas campas e será também um passaporte para o paraíso. O Profeta (Salalahu Aleihi Wassalamo) disse: “Continuem a renovar o vosso iman (fé)” recitando constantemente La ilaha illa Allah”. O Profeta referiu que as palavras Subhanallah (Glorificado seja Allah) Al-Hamdulillah (Louvado seja Allah) e Allahu Akbar (Deus é o Maior) são os Louvores muito queridos a Allah. Porque não há força nem poder senão de Allah – La haula wala kuata illá billahi”

Quanto amamos o nosso Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam)? Allah Subhanahu Wataala ordena-nos para obedecer a Allah e ao Seu mensageiro. “No Dia do Julgamento Final, a pessoa que estará mais próxima de Muhammad, será aquela que enviou mais Durud para ele.” Tirmizi. Não queremos estar mais perto dele no dia da Ressurreição? “Na verdade, Allah e os Seus anjos derramam bênçãos sobre o Profeta. Ó vós que credes! Pedi bênçãos para ele e saudai-o com respeitosa saudação”. Cur’ane 33:56. “Aquele que sente amor por alguém lembra-se constantemente dele”. Aproveitemos o mês de Ramadan para lembrarmos daquele que no Dia da Prestação de Contas nos aliviará da ansiedade e do medo, dando-nos de beber a água de kauçar e que perante Allah Taãla, o Perdoador e o Misericordiso irá interceder para a nossa salvação. Alahhuma Sali Alã Muhammad Waalã Alihi Wassalam.

O bom carácter transforma inimigos em amigos. A severidade, a crueldade e a vulgaridade transformam amigos em inimigos. Os verdadeiros amigos de Allah não magoam nem difamam os seus semelhantes. Aproveitam o mês de Ramadam para aumentarem a compaixão, a solidariedade, difundindo o Salam, partilhando o que têm e distribuindo sorrisos. SubhanaAllah. Eles são os verdadeiros residentes do paraíso. Eles estão mesmo ao seu lado, nos bons e nos maus momentos.

Termino a mensagem com um duah que nos enche o coração de piedade e só poderia ser do Mestre dos mestres, do Profeta iletrado, Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam). Bukhari 75:388.

Ó Allah, eu busco refúgio em Ti, da aflição do fogo, do castigo do fogo, da aflição da sepultura, dos castigos da sepultura e o mal da aflição da pobreza. Ó Allah, eu busco refúgio em Ti, do mal e da aflição causado pelo Al-Masih ad Dajjal (falso profeta que aparecerá antes de Yawmul Qiyamah – Dia da Ressurreição). Ó meu Deus, lave o meu coração com a água da neve e granizo e limpe o meu coração de todos os pecados, como uma peça de roupa branca é limpa da sujidade e que haja uma distância muito longe entre mim e os meus pecados, como Tu fizestes o Oriente e o Ocidente longe um do outro. Ó Allah, eu refugio-me em Ti da preguiça, dos pecados e das dívidas”. SubhanaAllah. Porquê mais palavras?

ALLAHU NURO SAAMÁ WÁTI WAL ARDH. “ALLAH É A LUZ DOS CÉUS E DA TERRA”. Wa ma alaina il lal balá gul mubin” “E não nos cabe mais do que transmitir claramente a mensagem”. Surat Yácin 36:17. “Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41.  “Wa Áhiro da wuahum anil hamdulillahi Rabil ãlamine”. E a conclusão das suas preces será: Louvado seja Deus, Senhor do Universo!”. 10.10.

Abdul Rehman Mangá

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s