016.01 – AS VIRTUDES DE DIZER OU ESCREVER SALALAHU ALEIHI WASSALAM

016.01 – AS VIRTUDES DE DIZER OU ESCREVER SALALAHU ALEIHI WASSALAM:

Inna Laha wa mala-i-katahú yu-çalúna ãlá nabi-í. Yá a-yu-al lazina amanú sallú ãleihi wa sallimu taslíman. “Na verdade, Allah e os Seus anjos derramam bênçãos sobre o Profeta. Ó vós que credes! Pedi bênçãos para ele e saudai-o com respeitosa saudação”. Cur’ane 33:56.

Allah demonstra elevada consideração e afecto pelo trabalho desenvolvido pelos Seus Profetas. São as Suas melhores criaturas, que vieram ao mundo para trazerem a mesma mensagem de Unicidade Divina (Lá ilaha illaAllah – Não há outra divindade senão Deus). “Glorificado seja o teu Senhor da Majestade, acima disso que Lhe atribuem. E a paz esteja com eles que foram enviados como mensageiros”. Cur’ane 37:180,181. Após a criação de Adam (Aleihi Salam), Adão, que a Paz de Allah esteja com ele, primeiro homem e primeiro Profeta, Allah Subhanahu Wataala ordenou aos anjos para se prostrarem perante ele, em sinal de respeito. O Profeta Ibrahim (Aleihi Salam) – Abraão, que a Paz de Allah esteja com ele, também foi abençoado por Allah. Para demonstrar à Sua criação, a importância do último dos Profetas, Allah refere no Cur’ane que Ele e os Seus anjos derramam bênçãos para Muhammad. Em seguida, “ordena” aos crentes, para também pedirem bênçãos para ele.

O Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “A pessoa que ouvir falar de mim, deve enviar Durud (bênçãos) e aquele que enviar um Durd para mim, uma vez, Allah conceder-lhe-á dez Duruds (misericórdias) e perdoar-lhe-á dez pecados e elevará dez graus para ele”. Ahmad e Nassai. Os nossos sábios recomendam-nos para pedirmos bênçãos para o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam), nomeadamente durante o salat – orações (no tashahhud), durante o kutba (pelo imamo que está a dirigir o sermão), antes duma prece a Deus (quando pedimos perdão ou quando solicitamos qualquer outro alivio), depois do azan, ao entrar e sair das mesquitas, quando entramos nas casas (depois de saudarmos com Assalamo Aleikum), quando ouvirmos ou mencionarmos o nome dele e ao escrever alguma passagem onde o seu nome é mencionado. Às sextas-feiras, devemos incrementar o pedido de bênçãos. Quando formos fazer Umra ou Haje, em Maka, devemos passar a maior parte do tempo fazendo Tawaf (circundar a Caaba). Quando se proporcionar a visita à cidade de Madina, onde se encontra sepultado o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam), as nossas línguas deverão estar ocupadas a pedir bênçãos para ele.

Hazrat Ali (Radiyalláhu na-hu) diz que Raçulullah (Sallalláho alaihi wa sallam) disse: “Avaro é aquele que ao ouvir meu nome, não me envia Durud.” (NASSAI).

Há várias formas de pedir bênçãos para o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam). Uma das mais simples é recitar “Allahuma Sallí ãlá Muhammadin wa ãlá áli Muhammadin”. É referido no Bukhari, 55:588, que as pessoas perguntaram ao Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam), qual a melhor maneira de pedir bênçãos para ele. Ele referiu o Durud-Ebrahim, que nós recitamos nas nossas orações, na posição de sentado (tashahhud). “Ó Allah derrame bênçãos sobre Muhammad e sobre a sua progénie (família), como derramastes bênçãos sobre Ibrahim (Abraão) e sua progénie. Ó Allah abençoa Muhammad e sua família como abençoaste Ibrahim e sua família, sem dúvida Tu És Possuidor do Louvor e da Glória”.

As bênçãos para o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam), podem também ser pedidas junto à campa dele, porque ele as ouvirá. Segundo diversos hadices, os Profetas e Mensageiros (Aleihi Salam), encontram-se vivos nas suas campas e efectuam o salah. As bênçãos também podem ser pedidas em qualquer lugar do mundo, pois os anjos se encarregarão de as transmitir. Hazrat Abu Huraira (Radiyalahu an-hu) referiu que o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “Aquele que envia bênçãos perto da minha campa, eu próprio o ouço e aquele que, de longe, me envia um durud, me é transmitido”. Baihaqui e Mishkat.      

Pedir bênçãos para o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam), para além de cumprirmos com as ordens de Allah, demonstramos o amor e consideração que sentimos por ele. “Aquele que sente amor por alguém, lembra-se constantemente dele”. No dia em que Allah levantar a humanidade para prestação de contas, os crentes ansiarão por estar mais perto do Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam). Yahya relatou-me, que ouviu de Malik, este de Abu Zinad, este de Al-Araj e deste de Abu Huraira (Radyialahu an-hu), de que o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “A todos os Profetas foram-lhe dadas suplicas (preces) e eu quero preservar o meu duá como intercessão, no outro mundo, pela minha comunidade”. Maliks Muwatta. Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “No Dia do Julgamento Final, a pessoa que estará mais próxima de mim, será aquela que enviou mais Durud para mim.” Tirmizi. No dia da Ressurreição, a sede e a preocupação serão imensas. “No Dia em que soar a trombeta e a segunda a seguir aquela, nesse Dia, os corações batem doridos enquanto os olhos se abaixam amargurados”. Cur’ane 79: 6 a 9.

No local da ressurreição, estará Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) para nos dar de beber a água de Khauçar, que nos acalmará a sede e os tormentos desse dia. Segundo Abu Hurairah (Radiyalahu an-hu), o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) disse: “O meu haud (reservatório) será muito largo, maior do que a distância que separa Ealah de Aden. Será mais branco do que o gelo e mais doce do que o mel com leite; os seus utensílios serão em maior número do que as estrelas. Eu afastarei as pessoas estranhas, da mesma maneira que são afastados os camelos estranhos ao haud (reservatório). As pessoas perguntaram: “Reconhecer-nos-ás nesse dia, ó Profeta de Deus?” Ele respondeu: “Sim, vós tereis um sinal que mais nenhum ummah (povo) possuirá. Vireis ter comigo num estado tal que as vossas faces, mãos e pés brilharão devido aos feitos do wudu (ablução).” – Muslim e Mishkaat.

“Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41

Nos dois últimos versículos do Surat Taubah, Allah Subhanna Wataala refere a piedade e a misericórdia do Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) para com o seu Umah (seguidores): “HOUVE UM MENSAGEIRO DO VOSSO POVO QUE VEIO PARA VÓS, QUE TOMOU SOBRE SEUS OMBROS AS VOSSAS FALHAS, CHEIO DE APREENSÕES POR VOSSA CAUSA, CHEIO DE PIEDADE PARA OS CRENTES E MISERICORDIOSO. AGORA, SE ELES SE AFASTAM, DIZ-LHES: “ALLAH É SUFICIENTE PARA MIM. NÃO HÁ DEUS A NÃO ELE. EM ELE DEPOSITEI A MINHA CONFIANÇA E ELE É O SENHOR DO TRONO SUBLIME” Cur’ane 9.128:129.

Os sahabas (Radiyalahu an-hum) – companheiros do Profeta, também pelo amor e amizade pelo Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) ansiavam ficar ao lado dele, a todo o tempo. Mas tal não era possível, porque cada um tinha as suas próprias actividades e responsabilidades, nomeadamente familiares e por isso sentiam-se sempre tristes com a separação, mesmo que momentânea. Também tinham consciência de que um dia todos iam morrer e que a separação era inevitável. Foi o exemplo de Thawban (Radialahu an-hu) que ajudava o Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam) em diversas tarefas. Certa vez, quando se encontrava na companhia do Profeta (Salalahu Aleihi Wassalam), ficou com os olhos lacrimejando. Ao ser perguntado os motivos da tristeza, ele referiu o amor que sentia pelo Profeta e que tinha medo de não o encontrar no Akhirat (vida futura) e não suportava estar longe dele. Referiu também que o Profeta estará num lugar privilegiado, bem distante dele, devido ao elevado grau que tinha perante Deus. Por outro lado, ele não tinha a certeza de que iria para o Paraíso. Tudo isto lhe causava uma imensa tristeza. Por causa desta preocupação, Deus revelou o seguinte versículo: “E aqueles que obedecem a Allah e ao Seu Mensageiro, estarão na companhia dos que foram agraciados por Allah; dos Profetas (que ensinam), dos sinceros (amantes da fé), dos mártires (que comprovam) e dos justos (que fazem o bem); que excelentes companheiros serão!”. 4:69.

Ja’far Ibn Abdullah conta: “Sonhei com Abu Zurah (um dos eminentes estudiosos de Hadith – Tradições do Profeta Muhammad Salalalhu Aleihi Wassalam) que se encontrava no céu, liderando a oração dos Anjos. Perguntei-lhe como foi possível adquirir aquele estatuto? Respondeu: “Com esta minha mão escrevi um milhão de Ahadith e sempre que escrevia o nome do Profeta de Deus (Salalahu Aleihi Wassalam) acrescentava (Salalahu Aleihi Wassalam), e o Profeta Muhammad (Salalahu Aleihi Wassalam) disse aquele que lhe enviasse uma vez Durud, Deus enviaria dez bênçãos sobre ele”. Graças a esta acção, Deus lhe concedeu este privilégio”. Nota: Sendo assim, Allah terá enviado dez milhões de bênçãos sobre ele.

Para o Profeta Muhammad, utilizamos a expressão “Salalahu Aleihi Wassalam” – Que as Bênçãos e a Paz de Deus estejam com ele. Sempre que mencionamos ou ouvimos o nome de qualquer outro Profeta, dizemos “Aleihi Salam” – que a Paz de Deus esteja com ele. A mesma expressão é utilizada para “saudar” os anjos, em especial, Jibril (Gabriel), Mikail (Miguel), Malik, Israfil (Rafael), Ridwan e Israil. Para os Companheiros do Profeta, pedimos a Deus, dizendo “Radiyalahu an-hu” – que Deus esteja satisfeito com ele (para um homem), Radiyalahu an-há (para uma senhora) e Radiyalahu an-hum (no plural). Apesar desta expressão / pedido, sob a forma de súplica, ser utilizada, na generalidade para os Companheiros do Profeta, pode também ser utilizada para todos os muçulmanos piedosos. No entanto, é habitual utilizarmos a prece “Que Deus tenha Misericórdia deles – Rahmatullahi Aleihi”, para todos os restantes piedosos que se distinguiram e se empenharam, passados e presentes, nomeadamente no estudo, na divulgação e no cumprimento da religião. Todos eles são superiores às restantes criaturas, porque apesar de terem a capacidade do livre arbítrio, seguiram e seguem o caminho recto da virtude. Serão também considerados superiores aos anjos, porque estes não têm o poder para desobedecer a Deus. Esses piedosos, serão agraciados por Allah Subhana Wataãla, conforme os versículos 7 e 8 do Surat 98 Al-Bayinah: “Os que têm fé em Deus e praticam o bem, são as melhores criaturas. Cuja recompensa está com o seu Senhor: jardins do Éden, abaixo dos quais correm os rios, onde habitarão eternamente. Deus estará satisfeito com eles e eles estarão satisfeitos com Ele. Isto será para quem teme o seu Senhor”.

“Wa ma alaina il lal balá gul mubin”  “E não nos cabe mais do que transmitir claramente a mensagem”. Surat Yácin 36:17.

“Rabaná ghfirli waliwa lidaiá wa lilmu-minina yau ma yakumul hisab”. “Ó Senhor nosso, no Dia da Prestação de Contas, perdoa-me a mim, aos meus pais e aos crentes”. Cur’ane 14:41

“Wa Áhiro da wuahum anil hamdulillahi Rabil ãlamine”. “E a conclusão das suas preces será: Louvado sejaAllah, Senhor do Universo!”. 10.10.

Abdul Rehman Mangá

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s